Um futuro com carros autônomos promete resolver problemas como trânsito, acidentes e custos. São soluções interessantes, mas para os australianos as utilidades dos veículos autônomos vão além. A Australian Driverless Vehicle Initiative está realizando uma pesquisa com 5 mil pessoas no país para entender o que os cidadãos pensam sobre carros andando sozinhos pelas ruas.

• Startup supera Uber e coloca primeiro táxi autônomo operando nas ruas de Singapura
• Motorista morre em acidente ao dirigir carro da Tesla em modo semiautônomo
• O dilema ético que pode ser crucial para o futuro dos carros autônomos

Os resultados completos só devem sair no começo de 2017, mas o pessoal do Mashable conversou com Michael Regan, cientista da Australian Road Research Board e supervisor da pesquisa, sobre alguns resultados preliminares.

As pessoas querem que os carros autônomos mantenham uma distância parecida com a que um humano manteria, que as crianças não possam andar sozinhas e que os veículos continuem a ter um volante – 83% das pessoas disseram que gostariam de assumir o controle do carro de tempos em tempos.

Mas uma das observações mais interessantes é sobre os momentos que um carro autônomo seria útil: ao estar entediado, cansado ou bêbado.

Um bom gatilho para campanhas publicitárias, não?

[Jalopnik via Mashable]

Foto por Tony Avelar/AP.