A Agência de Vôo dos EUA emitiu um alerta às empresas aéreas, exigindo que eles falassem para seus pilotos desligarem seus telefones.

A Agência de Vôo dos EUA emitiu um alerta às empresas aéreas seguindo o relatório de um inspetor sobre o celular de um oficial da tripulação começar a tocar durante uma fase crítica da decolagem recentemente, um incidente que a Agência diz ser “um perigo potencialmente grave”.
De acordo com o inspetor de segurança aérea da Agência que estava viajando na cabine de um vôo cuja empresa não foi divulgada, logo antes de atingir a V1, a velocidade após a qual os pilotos geralmente estão comprometidos com a decolagem, quando não há mais condições de abortá-la na pista, um som de “chilreio” relativamente alto foi “detectado” por ambos os membros da tripulação.

“Foi então determinado que o som tinha vindo do celular do primeiro oficial, que o havia deixado na posição LIGADA”, lê a nota dos Alertas de Segurança para Operadores (SAFO).

“Como resultado disto, o toque do celular provocou uma distração entre os membros da tripulação durante a fase de decolagem e poderia levar a tripulação a dar início a uma decolagem rejeit ada desnecessariamente”, continua a carta.

E pior! Ele ainda estava sendo totalmente inconveniente, falando com seus amigos enquanto outras pessoas estavam presas por perto. Tem como ser mais rude que isso? [FlightGlobal]