A tecnologia de LCD transflectivo da Pixel Qi tem chamado nossa atenção desde 2009, mas desde então ela não ganhou muita tração no mercado — além do Notion Ink Adam, nada mais surgiu. Mas isso pode mudar com a última rodada de investimentos na empresa, que foi bem favorecida pela 3M.

Telas de LCD tradicionais são péssimas para ler em locais com luz excessiva e ainda bebem mais bateria do que o Opala do meu pai, já que é preciso fazer a tela brilhar ainda mais para compensar os reflexos. Telas de e-ink são ótimas para ler em locais aberto porque não há reflexo, mas elas não conseguem exibir cores vibrantes, como o LCD. A tecnologia de tela de LCD revolucionária desenvolvida pela Pixel Qi, no entanto, combina o melhor dos dois tipos de tela em uma só, criando uma tela com baixo consumo de energia, com todas as cores e que funciona perfeitamente para leitura tanto em locais internos quanto externos.



“A combinação da tecnologia de tela de baixo consumo de energia e reflexos da Pixel Qi com as tecnologias inovativas da 3M criarão produtos incríveis para os mercados móveis, de tablets e outros que envolvam telas”, disse Jim Bauman, vice-presidente da Divisão de Sistemas Ópticos da 3M na nota enviada à imprensa. A expectativa é que o investimento da 3M permita que a Pixel Qi tenha acesso à mercados mais amplos. Pelo lado da 3M, a gigante terá acesso à tecnologia de economia de energia da Pixel Qi para usar em suas própria telas. [Market Watch via TechCrunch]