Faz bastante tempo, mas depois de anunciar a arquitetura Pascal em 2014 e lançar as GTX 1070 e 1080 em maio de 2016, a Nvidia finalmente lançou uma nova placa gráfica de topo de linha para gamers. Diga oi para as novas GeForce RTX 2070, 2080 e 2080 Ti.

Nvidia está usando inteligência artificial para falsificar slow motion em vídeos com perfeição
A Intel vai lançar placas de vídeo para rivalizar com AMD e Nvidia em 2020

Logo de cara, o nome das novas GPU da empresa indicam algumas grandes mudanças. A 2080 Ti traz a nova geração Turing de arquitetura. Já a designação RTX diz respeito às novas capacidades de ray tracing (“traçado de raios”, em tradução livre), uma técnica de renderização de luz que basicamente dá aos desenvolvedores a possibilidade de calcular sombras e reflexos a partir de um único raio de luz, podendo, assim, criar gráficos hiper-realísticos, como os que vimos no teaser de Star Wars Unreal Engine, apresentado na Game Developers Conference em março.

Um comparativo entre rasterização e ray tracing (traçado de raios). Captura de tela: Nvidia

O que é “ray tracing”, afinal?

Anteriormente, ray tracing ou traçado de raios — frequentemente referido como o “santo graal” dos gráficos — exigia tanto em termos computacionais que a maioria dos jogos recorria a modelos estatísticos de luz menos precisos para calcular sombras e reflexos. Com a RTX, a Nvidia permite calcular cenas mais complicadas com muito mais rapidez. A velocidade é tanta que dá para usar a técnica em tempo real, como vimos recentemente em outro teaser de demonstração.

Usando a técnica, os fabricantes podem calcular de maneira apropriada como a luz reflete em diferentes superfícies. Ela leva em conta coisas como dispersão, sombras, e até mesmo o tipo de superfície em que cada fóton bateu antes de atingir seu ponto de vista no jogo. Estamos falando da capacidade de calcular reflexos com refrações e com ainda mais reflexos. Se você consegue fazer isso em quantidade e velocidade suficientes, dá para usar essa técnica para desenhar um jogo inteiro com um nível de fidelidade completamente novo, que era inatingível anteriormente.

Aqui um diagrama que mostra do que é feita a nova arquitetura Turing. Crédito: Captura de tela

O que tem na RTX?

Por cima de tudo isso, a nova plataforma RTX também tem um núcleo dedicado a processamento de inteligência artificial. A Nvidia diz que ele sozinho é tão rápido quanto 10 Nvidia 1080, junto com os núcleos especiais Turing, que são reservados especificamente para tarefas de ray tracing. A empresa conta que, para julgar de forma mais precisa as novas placas, precisou criar uma nova unidade de medida. A RTX OPS é uma combinação de performance em superfícies padrão, performance de ponto flutuante, performance de ray tracing, performance de inteligência artificial e mais.

Ver as chamas do carro reagirem dinamicamente no reflexo do carro é um bom exemplo do que faz as pessoas ficarem animadas com ray tracing. Captura de tela: Nvidia

Ok, tudo isso soa fantástico, mas não podemos esquecer que a RTX não é só questão de traçado de raios. A plataforma ainda se baseia nas sofisticadas técnicas de rasterização e tudo que a Nvidia incluir nas GPUs anteriores. Além de games, a nova plataforma da empresa também tem usos importantes em outras áreas, como direção autônoma, medicina, aprendizagem de máquina, entre outras. Mas vamos manter o foco aqui. Então, em termos mais concretos, eis o que as novas placas têm a oferecer.

A Nvidia diz que sua nova GPU é tão poderosa que eles tiveram de criar uma nova unidade de medida para avaliar melhor o desempenho dela. Captura de tela: Nvidia

Especificações e mais informações

As GPUs da série 20 da Nvidia estarão disponíveis no fim de setembro. Os preços sugeridos são:

US$ 500 para a GeForce RTX 2070 (R$ 1.962,26, em conversão direta);

US$ 700 para a GeForce RTX 2080 (R$ 2.747,16, em conversão direta);

US$ 1.000 para a GeForce RTX 2080 Ti (R$ 3.924,52, em conversão direta).

As pré-vendas para fabricantes parceiros, como MSI, Gigabyte, EVGA, Asus, PNY e Zotac, estão disponíveis a partir de hoje. Se você quiser comprar uma das placas da Founders Edition, vai ter que gastar um pouco mais. A RTX 2070, a RTX 2080 e a RTX 2080 Ti saem por US$ 600, US$ 800 e US$ 1.200, respectivamente (R$ 2.354,71, R$ 3.139,61 e R$ 4.709,42, em conversão direta).

Captura de tela: Nvidia

A RTX 2070 inclui 8 GB de vRAM e tem 45T de RTX OPS. Já a RTX 2080 atinge 60T de RTX OPS. Por fim, a topo de linha RTX 2080 Ti tem 11 GB de RAM e chega a 78T de RTX OPS. A Nvidia diz que cada uma pode entregar uma performance até seis vezes melhor do que as placas equivalentes de gerações anteriores.

É uma grande anúncio com grandes promessas. No entanto, as coisas são bem diferentes e variam de jogo para jogo. Muitos títulos precisarão de trabalho extra dos desenvolvedores para suportar muitas das novas funções da RTX. De qualquer maneira, nós certamente vamos testar as novas placas quando elas estiverem disponíveis no mês que vem.