Em nosso mundo de fotografia digital, a Polaroid perdeu a relevância. Mas nos bons tempos da fotografia instantânea, ela era uma das empresas mais populares do mundo. E o sucesso durou por décadas: seu primeiro produto bem-sucedido para consumidores, a Land Camera Model 95, foi colocado à venda há 65 anos. Foi em 26 de novembro de 1948 – uma Black Friday.

Em 1948, a Black Friday não era o inferno consumista de hoje em dia; na verdade, esse nome nem existia. Ainda assim, era um dia de compras frenético logo após a Ação de Graças nos EUA, e o início simbólico da temporada de festas.

polaroid black friday (2)

O evento é relatado no Instant, o maravilhoso livro de Christopher Bonanos sobre a história da Polaroid. Após anos de desenvolvimento, a Land Camera Model 95 estava finalmente pronta para estrear, e a equipe de vendas levou 56 unidades, mais um modelo de demonstração, da sede da empresa (em Cambridge , Massachusetts) até Joseph Marsh, uma grande loja de departamento de Boston.

Os funcionários montaram as câmeras na parte de trás da loja, e começaram a tirar fotos de clientes. Eles ficaram extasiados:

Todas as cinquenta e seis câmeras foram vendidas naquele dia. O modelo de demonstração, também. E todo o filme fotográfico. Os vendedores ficaram de pé nas bancadas por causa da multidão que se aglomerava. A mesma cena aconteceu em outros lugares…

Por US$ 89,75, a Model 95 não era barata – isso corresponde a cerca de US$ 1.130 em 2013. Isso também foi antes de “Polaroid” se tornar um nome genérico para esse tipo de câmera. (Por muito tempo, câmeras instantâneas eram chamadas de “câmeras Land”, levando o nome do gênio e fundador da empresa, Edwin Land.) Seu enorme sucesso foi um primeiro indício de como um gadget de ponta consegue capturar a atenção de um grande público:

Na noite antes do lançamento do produto, Land sugeriu que a Polaroid poderia vender 50 mil câmeras por ano, muito mais do que se imaginava possível. Descobriu-se que até mesmo o próprio visionário errara a estimativa. Em 1953, quando a Model 95 foi aposentada, 900 mil unidades haviam sido vendidas.

A Model 95 não era um produto perfeito. Ela pesava 1,8 kg, quase o dobro de um corpo de câmera profissional como a Nikon D4. Além disso, Land e seus químicos na Polaroid ainda não tinham descoberto a composição certa para a “gosma” que desenvolvia e fixava as imagens instantâneas no papel fotográfico. Bonanos aponta que as fotografias em preto-e-branco tinham um tom sépia, algo fora de moda num momento em que a fotografia colorida estava começando a surgir. Pior: as imagens desbotavam, a menos que fossem fixadas com um unguento de odor fétido.

As câmeras verdadeiramente clássicas da Polaroid, como a Swinger e a quase perfeita SX-70, ainda demorariam décadas para estrear. Mas, mesmo em 1946, era evidente que a fotografia “instantânea” seria um sucesso, e que a Black Friday se tornaria um campo de batalha entre consumidores. [Amazon]

Fotos por diser55 e Go_OffStation/Flickr