Fotografar com filme está cada vez mais caro, especialmente para os fãs de câmeras instantâneas como a Polaroid. O custo de US$ 16 por oito fotos estava muito caro para Tim Alex Jacobs, então ele hackeou uma câmera Polaroid antiga para poder imprimir as imagens em papel térmico barato, o mesmo tipo utilizado em caixas registradoras que imprimem recibos.

• Um cara modificou o Apple Watch para rodar jogos do Game Boy
• Como rodar Windows XP num iPhone, sem precisar fazer jailbreak

Depois de encontrar uma Polaroid antiga e quebrada no eBay (com um sistema de autofoco bizarro baseado em sonar), Jacobs também comprou uma webcam antiga e gastou US$ 46 em uma impressora térmica pequena o bastante para ser colocada dentro da carcaça da câmera depois que removesse os componentes originais.

Todos os detalhes da sua geringonça — incluindo um desmonte fascinante da Polaroid — foram elaborados e publicados no site de Jacobs, mas já adiantamos que é preciso mais do que habilidades básicas com chaves de fenda para fazer a sua própria versão.

Escondido na carcaça da Polaroid está um Raspberry Pi, que controla todo o hardware. Foi preciso programar uma série de coisas e resolver vários problemas no código para fazer com que a webcam e a impressora térmica conversassem entre si. No final das contas, não sobrou muito espaço para a câmera armazenar um rolo inteiro de papel térmico, mas dá para colocar o suficiente para fotografar uma festa.

[Mitxela via BoingBoing]