Nesta terça-feira (2), o Pornhub anunciou por meio de um comunicado que pretende tornar mais rígido o controle de conteúdo postado em sua plataforma. De acordo com as informações divulgadas, a estratégia conta com a expansão de sua equipe de moderação humana, relatórios de transparência e a introdução da tecnologia biométrica para verificar usuários que enviam vídeos.

A medida foi realizada após denúncias da hospedagem de materiais de abuso sexual infantil no site, o que levou os principais processadores de pagamento, como Visa e Mastercard a suspender os seus serviços de forma indefinida. Toda esta situação afetou as profissionais do sexo da empresa, como disse a modelo Avalon Fey em entrevista ao site Vice. “Ao eleger o Pornhub como alvo e destruir a monetização do conteúdo de criadores independentes, eles facilitaram a remoção das opções de pagamento de plataformas menores também. Isso não tem nada a ver com ajudar vítimas de abuso e tudo a ver com prejudicar artistas adultos online para impedi-los de criar e compartilhar conteúdo adulto.”

Por isso, muitos estão migrando para o site OnlyFans, que vive da mensalidade de seus usuários (20% para a plataforma e os outros 80% para o criador). Com a pandemia e a escassez de trabalhos, foi uma forma de conseguir ganhar dinheiro de uma forma mais organizada e confortável, já que existem regras de privacidade que permitem exibir os conteúdos de maneira privada, somente para aqueles contribuem com a monetização.

A empresa contratada para realizar as verificações foi a Yoti, que irá validar o documento de identidade com sua foto de usuário usando tecnologia biométrica segura. Apesar de os esclarecimentos ainda serem pontuais, em resposta a diversas perguntas sobre como ficaria a situação das pessoas trans que utilizam a plataforma, a Yoti afirma que fez uma parceria com a Sparkle, uma instituição de acolhimento para transgêneros do Reino Unido, para que juntas,  trabalhassem em um processo de prova de identidade mais inclusivo.

Outro destaque feito pelo Pornhub no texto é o aprimoramento das buscas pelo site, já que, conforme as investigações feitas pelo Motherboard, foi descoberto que alguns usuários podiam contornar as medidas de moderação da plataforma com termos de pesquisa ligeiramente modificados. Os moderadores que irão filtrar estes dados vão receber treinamento e apoio terapêutico, especialmente após várias manifestações da categoria, que pedia por melhoras nas suas condições de trabalho, como foi no caso do Facebook e YouTube.

Sobre os relatórios de transparência, o Pornhub diz que “assim como outras plataformas de tecnologia, vai busca ser totalmente transparente sobre o conteúdo que deve ou não aparecer na plataforma. Este relatório será o primeiro de seu tipo entre as plataformas de conteúdo adulto, estabelecendo o padrão de transparência e responsabilidade na indústria.”

[Vice]