Fabricantes e consumidores podem se abraçar: os preços dos chips de memória atingiram o custo mais alto dos últimos dois anos em decorrência de um incêncio em uma planta de produção enorme na China.

A Bloomberg diz que o fogo na planta de SK Hynix, na China, teve impacto direto na subida de 42% dos preços das memórias. O artigo diz que “um chip de memória de acesso randômico padrão de 2 gigabits DDR3 alcançou [o valor de] US$ 2,27 ontem, comparado a US$ 1,60 verificado em 4 de setembro,” ou seja, um dia antes do incêndio.

A SK Hynix é a segunda maior fabricante de chips de memória e tem, dentre seus clientes, Apple, Sony e Dell. Além de aumentar a produção em outros lugares, os preços subiram bastante, e espera-se que essa tendência se fortaleça no quarto trimestre. Não é, de certo, o melhor momento para fazer aquele upgrade na RAM — ou para ser uma fabricante que depende de memórias para vender seus produtos. [Bloomberg]