Um youtuber foi preso do último domingo (10), pela polícia de Mountain View, Califórnia, por suspeitas de ameaçar funcionários do Google. Ele viajou de carro de Waterville, Maine para confrontar a equipe do YouTube por ter encerrado a sua conta – o que ele não sabia, no entanto, é que foi sua esposa quem deletou o canal, conforme mostra a reportagem do BuzzFeed News publicada nesta terça-feira (12).

De acordo com o BuzzFeed, Kyle Long, 33, tinha “um histórico de problemas de saúde mental”. Ele foi diagnosticado com transtorno bipolar após ser condenado em 2002 pela morte de seu amigo, Michael Butler, em um acidente de trânsito no qual ele dirigia embriagado. A pena foi de cinco anos de prisão, segundo a NBC News. Houve ainda outro incidente em 2015, com uma perseguição policial em baixa velocidade em uma rodovia interestadual, conforme relata o seu pai, Kevin Long.

Samantha Long, esposa de Kyle, contou ao BuzzFeed que ela apagou a conta por se preocupar com ele. Ela disse posteriormente que não queria que “ele perdesse a cabeça na frente dos filhos” por causa do YouTube. O canal continha apenas um guia “desconexo” e “bizarro” sobre como ficar rico rapidamente.

Durante a viagem de carro na qual Kyle praticamente atravessou o país, a polícia de Waterville e um policial estadual de Iowa relataram ao Departamento de Polícia de Mountain View preocupações sobre as declarações dele.

O BuzzFeed escreveu que a polícia de Mountain View não identificou uma ameaça específica contra a equipe do Google, mas sabiam que o homem havia feito ameaças generalizadas, aludindo à violência, caso sua conta não fosse restaurada:

“Ele tinha boas intenções – ele queria acabar com a fome no mundo e isso e aquilo”, disse Kevin Long sobre seu filho, que achava que seus vídeo resolveriam os problemas do mundo. “Era algo bizarro, que não ia acontecer”.

Kyle Long foi preso no domingo pela polícia de Mountain View por suspeitas de ameaças contra o Google. Um porta-voz das autoridades disse ao BuzzFeed News que Kyle Long não ameaçou indivíduos específicos do Google: “ele fez ameaças gerais de violência a pessoas desconhecidas, caso sua demanda referente ao seu canal do YouTube não fosse atendida”.

O Google não comentou o caso.

Kyle Long foi apreendido a cerca de três quilômetros da sede do Google em Mountain View. Esses escritórios ficam separados da sede do YouTube, localizada a cerca de 40 quilômetros, em San Bruno. Três tacos de beisebol foram encontrados no veículo, embora Kevin Long tenha dito ao BuzzFeed que seu neto pratica beisebol

De acordo com a NBC, registros do condado de Santa Clara mostram que o suspeito está preso aguardando o pagamento de uma fiança de US$ 25 mil.

No ano passado, uma mulher de San Diego chamada Nasim Najafi Aghdam entrou nos escritórios do YouTube em San Bruno e abriu fogo com uma pistola semi-automática, ferindo três pessoas antes de se matar.

A polícia concluiu que era foi motivada pela frustração com as “políticas e práticas do YouTube” e os rastros de sua presença em mídias sociais indicavam que ela estava particularmente zangada com as alterações nas exigências para monetização dos vídeos, bem como com restrições de idade impostas a seu conteúdo. O YouTube, posteriormente, disse que aumentaria as medidas de segurança em todos os seus escritórios pelo mundo.

[BuzzFeed News/NBC News]