O polêmico fórum 8chan, terreno fértil para neonazistas e o lugar preferido para atiradores em massa de supremacia branca divulgarem manifestos antes de executar assassinatos em série, está enfrentando problemas cada vez piores.

Depois de outro massacre em El Paso, no Texas, neste final de semana tendo como alvo consumidores hispânicos e precedido pelo aparecimento de um manifesto racista no 8chan, a empresa de segurança da web Cloudflare abandonou o site, que logo depois perdeu seu provedor de hardware.

O 8chan aparentemente tem se esforçado para manter-se online desde então e sua comunidade se fragmentou. Seu fundador, Fredrick Brennan, pediu que ele fosse desativado. Agora, o dono, Jim Watkins, está sendo intimidado para testemunhar perante o Comitê de Segurança Interna da Câmara e sua empresa, a NT Technology, poderá enfrentar sérios problemas com as autoridades filipinas.

De acordo com o Wall Street Journal, Watkins recorreu ao YouTube na terça-feira (06) para insistir (com “Taps” – toque militar de silêncio – tocando ao fundo enquanto uma foto de Benjamin Franklin é exibida ao seu lado) que a decisão do CloudFlare de parar de fazer negócios com o site era politicamente motivada e com o objetivo de “diminuir a bagagem” antes de um IPO próximo.

Watkins disse durante o vídeo que “é perturbador para mim que o site possa ser tão facilmente encerrado”, acrescentando que o Cloudflare “dispersou um grupo de pessoas reunidas pacificamente”. Ele também afirmou que “jornalistas não confiáveis” deturparam o histórico de contribuições do 8chan com a aplicação da lei.

Watkins também alegou que o manifesto do atirador de El Paso foi publicado pela primeira vez na subsidiária do Facebook, Instagram, e que não foi posteriormente “publicado pelo assassino” no 8chan, mas por outra pessoa. O Facebook disse ao Journal que não encontrou evidências que apoiem a acusação, e que uma conta do Instagram pertencente ao atirador foi deletada, mas estava inativa por mais de um ano.

Watkins também expressou algumas queixas sobre as grandes empresas de tecnologia que trabalham para supostamente silenciar a liberdade de expressão e encerrar fóruns nos quais os usuários poderiam divulgar “pensamentos livres, sem se preocupar se são ofensivos”. Provavelmente não é a melhor estratégia de defesa do operador do site supremacista, mas veja só:

É eficaz silenciar essas pessoas removendo a caneta e a tinta com as quais elas escrevem. Vamos olhar para a deflexão que aconteceu aqui: Empresas públicas que culpam pequenas empresas privadas, empresas que respeitam a lei, por assassinatos… A nossa é uma das últimas empresas independentes que oferecem um lugar onde você pode escrever seus pensamentos sem se preocupar se eles são ofensivos a um grupo ou outro. A consolidação do poder da mídia, que começou quando as estações de rádio e TV foram engolidas por algumas empresas ricas e poderosas, está agora se movendo em um ritmo vertiginoso pela internet. Isso efetivamente silenciará as massas e as deixará sem lugar para expressar suas mensagens.

“Jim definitivamente merece isso, ele não estava disposto a sequer fingir que se  importava ou fazer o mínimo após o tiroteio para impedir que os usuários incitem mais violência”, disse Brennan ao Post. “Dado que ele não agiu de boa-fé ao longo desta crise, é uma coisa boa para todos, até para os próprios usuários do 8chan, que o 8chan tenha dificuldades para voltar ao ar”.

No Twitter, ele afirmou ainda que Watkins “mentiu sobre o manifesto ter sido postado no Instagram primeiro”.

Watkins é um veterano do Exército dos EUA que vive nas Filipinas e raramente viaja, por isso não está claro se ele vai voluntariamente cumprir a intimação de depoimento da Câmara.

No entanto, de acordo com a Wired, a Divisão de Cibercrime do chefe do Departamento Nacional de Investigações das Filipinas, Victor Lorenzo, disse que sua agência está investigando o 8chan – que há muito tempo insiste que está sujeito apenas à lei dos EUA porque seu data center está localizado lá – e a NT Technology após ouvir os pares americanos.

Embora Lorenzo tenha dito estar preocupado com o papel do site na disseminação de violência, ele também disse que sua agência está investigando se o papel do 8chan em facilitar a propagação da pornografia infantil viola a Lei Contra Pornografia Infantil.

“Considerando que as Filipinas foram selecionadas como o epicentro dos materiais de pornografia infantil, estamos interessados ​​nesta questão”, disse Lorenzo à Wired. “Se você for visitar o site dele, ele na verdade está tentando promover, ou comercializar a pornografia infantil, e isso é um crime muito grave…Considerando que o registro está aqui, nós temos jurisdição”.

O presidente e co-presidente da Segurança Interna da Câmara, Bennie Thompson e Mike Rogers, respectivamente, observaram em sua carta intimando Watkin a testemunhar que o ataque de El Paso parece ser o terceiro em 2019 ligado ao 8chan, incluindo os ataques da mesquita de Christchurch, na Nova Zelândia (51 mortos e 49 feridos), e o ataque à sinagoga de Poway, na Califórnia (um morto e três feridos).

“Os americanos merecem saber o que você, como proprietário e operador, está fazendo para lidar com a proliferação de conteúdo extremista no 8chan”, escreveram os representantes. “Para esse fim, o Comitê de Segurança Interna solicita respeitosamente sua presença para prestar depoimento sobre os esforços do 8chan para investigar e mitigar a proliferação de conteúdo extremista, incluindo conteúdo de supremacia branca, em seu site”.