A reivindicação legal da Psion pelo termo “netbook” terminou graças à Intel.

O litígio foi finalizado por meio de um acordo amigável sob o qual a Psion voluntariamente revogará todos os seus registros de marca registrada para ‘Netbook’. Nenhuma das partes aceitou qualquer responsabilidade. À luz desse acordo amigável, a Psion concordou em renunciar a todos os seus direitos contra terceiros em relação a uso passado, atual e futuro do termo ‘Netbook’.

 
Eles não dizem exatamente o que causou essa mudança de coração, provavelmente porque dizer “a Intel nos deu uma pilha de dinheiro e nos mandou cair fora” não soa muito profissional. [SlashGear via CrunchGear]