Uma mulher no norte da França descobriu que o quadro que tinha pendurado em sua cozinha era uma pintura renascentista de valor estimado entre 4 e 6 milhões de euros.

A obra ficava bem em cima do fogão elétrico portátil que ela usava para cozinhar. Há algumas semanas, ela começou a observar a pintura e decidiu levar para especialistas locais avaliarem. Descobriu-se então que se tratava de “Christ Mocked”, uma obra-prima do pintor florentino Cimabue, que ensinou Giotto, do século 13.

Acredita-se que a pintura faz parte de um díptico (quadro pintado ou esculpido em dois panos ou tábuas que se dobram) que remonta a 1280, quando Cimabue, também conhecido como Cenni di Pepo, pintou oito cenas que retratavam a paixão e a crucificação de Cristo.

Outras duas cenas desse trabalho estão na National Gallery em Londres, sendo que uma delas também estava perdida há séculos até um aristocrata britânico encontrá-la enquanto limpava um quarto em Suffolk.

A pintura recentemente descoberta na França foi analisada por meio de luz infravermelha e identificada como sendo, de fato, uma obra de Cimabue. Ela será leiloada em Paris no dia 27 de outubro.

[The Guardian]