A Qualcomm anunciou hoje mais três novos chips para smartphones: os Snapdragon 720G, 662 e 460. Eles têm recursos interessantes, como suporte a Wi-Fi 6, carregamento rápido e compatibilidade com mais câmeras e com sensores de resolução maior.

Os componentes são voltados para aparelhos de entrada e intermediários. Por isso, diferentemente dos processadores anunciados em dezembro do ano passado, o 5G ainda não chegou nesses modelos.



O Snapdragon 720G é o mais novo membro da família 700 da Qualcomm, que se destina a aparelhos logo abaixo dos topos de linha. Ele é apontado como o sucessor dos Snapdragon 710 e 712.

O 720G conta com dois núcleos Cortex-A76 e seis Cortex-A55, feitos com processo de 8 nm, e atinge velocidades de até 2,3 GHz. O “G” no nome vem de “gamer”, o que significa que ele tem recursos pensados especialmente para jogadores, como suporte a telas FullHD com 120 Hz de taxa de atualização e suporte a HDR em jogos. Ele conta com a GPU Adreno 618.

Além disso, o processador de imagens do chip tem suporte a câmeras de até 192 megapixels e permite gravar vídeos em 4K a 30 quadros por segundo ou 1080p a 120 quadros por segundo. Além disso, tem suporte ao formato de imagens HEIF, que registra diferentes focos de uma mesma imagem e informações de profundidade, e aos recursos Zero Shutter Lag, para tirar fotos com o mínimo de espera, e Smooth Zooming, para aproximações mais suaves em vídeos.

O Snapdragon 720G também é compatível com o Quick Charge 4.0+, que promete carregar o smartphone de 0% a 50% em apenas 15 minutos, dependendo do carregador.

Abaixo dele está o Snapdragon 662. Ele é menos potente — com quatro núcleos Cortex-A73 e quatro Cortex-A53 e processo de 11 nm, ele chega a 2 GHz. O processador de imagens tem suporte a câmeras de até 48 megapixels, permite transições suaves entre capturas de câmeras triplas e é compatível com o formato HEIF.

O Snapdragon 662 também conta com GPU Adreno 610, anteriormente disponível apenas no 665, e tem suporte às APIs de games mais recentes. Ele é compatível com telas de 90 Hz e resolução FullHD. Por fim, há suporte ao Quick Charge 3.0.

Por fim, o Snapdragon 460 é o novo chip da marca para aparelhos de entrada. A CPU é octa-core com processo de fabricação de 11 nm e velocidade de até 1,8 GHz. Ele também conta com a GPU Adreno 610, o que deve permitir que mesmo quem compre um aparelho mais baratinho consiga rodar jogos mais complexos. A Qualcomm promete uma melhoria de até 60% no processamento de gráficos e de 70% no desempenho geral.

O chip ainda oferece suporte a câmeras de até 25 megapixels e também é compatível com Quick Charge 3.0.

Apesar de não oferecer suporte ao 5G, os três chips oferecem suporte ao padrão Wi-Fi 6, o mais recente de roteadores. Os dois chips mais baratos também contam com o modem 4G X11, que permite downloads de até 390 Mbps — o 720G vem com o X15, que promete velocidades de até 800 Mbps. O 662 e o 720G também são compatíveis com Bluetooth 5.1.

A Qualcomm diz que os primeiros aparelhos com 720G deverão ser lançados no primeiro trimestre de 2020. Já os smartphones com Snapdragon 662 e 460 só devem chegar às lojas no fim do ano. Só então veremos como todos esses suportes e compatibilidades funcionam na prática, em produtos reais.

[El Androide Libre, Android Authority, Qualcomm]