Nós mencionamos aqui o caso do leitor Henrique Araujo, que comprou um Raspberry Pi de US$35 e foi obrigado a pagar quase R$350 no Brasil por causa dos impostos. Parece que esse problema está se repetindo tanto que as distribuidoras do Raspberry Pi estão desistindo de enviá-lo ao Brasil.

Segundo o Tecnoblog, a distribuidora Farnell/Element 14 não entrega mais para o Brasil: “por problemas com outras produtos anteriores ao Raspberry Pi, eles optaram por simplesmente não enviarem mais nada ao país”.

Enquanto isso, a RS Components diz que brasileiros estão reclamando de taxação que chega a 100%, e também está limitando os envios do Raspberry Pi ao Brasil.

Na importação de produtos, cobra-se imposto de 60%, e algumas transportadoras cobram ICMS de até 18%. Além disso, o imposto incide sobre o valor total, incluindo o frete. Já que o Raspberry Pi custa bem pouco, é voltado para fins educacionais, e o lucro será doado à Raspberry Pi Foundation, não seria melhor deixá-lo isento de imposto?

O pequeno computador voltado para acadêmicos e entusiastas está disponível oficialmente só naquelas duas distribuidoras. É possível comprá-lo no Mercado Livre, mas é difícil achá-lo, e ele custa cerca de R$350. Ou seja, a situação do Raspberry Pi no Brasil continua bem deprimente. [Tecnoblog]

Foto por Henrique Araujo