Tecnologia

Review: Galaxy Tab S9 oferece uma experiência sólida de notebook em um tablet

Testamos o recém-lançado Samsung Galaxy Tab S9, que tem um modo que o transforma em um notebook. Veja aqui nossas impressões

Lançada em julho, juntamente com os badalados Samsung Galaxy Z Flip 5 e Galaxy Z Fold 5, a nova geração de tablets da Samsung chegou em três versões: Galaxy Tab S9, Galaxy Tab S9+ e Galaxy Tab S9 Ultra. Os três tablets premium oferecem hardware poderoso e alguns recursos extras, que já estão se estabelecendo como marcas registradas da marca sul-coreana.

O Giz Brasil testou o Galaxy Tab S9, modelo de entrada da nova linha de tablets. Compartilhamos abaixo nossas primeiras impressões sobre o produtos.

Visão geral

Na atual geração, os três modelos são entregues com capa e o combo teclado + trackpad. À primeira vista, os itens podem parecer superficiais, mas fazem total diferença. Os acessórios garantem uma experiência semelhante a de um notebooks — iremos detalhar como isso funciona mais adiante. 

Quem comprar o produto também recebe a S Pen, útil para profissionais de atividades que demandam maior precisão e também para usuários que procuram uma maneira diferente de interagir com seus conteúdos favoritos.

Além de capa e teclado, o Galaxy Tab S9 acompanha um cabo com conexão do tipo USB-C para alimentação e carregador de 25 W.

O modelo conta com certificação IP68 de resistência à água e à poeira e bateria de 8.400 mAh, que em uso moderado pode ultrapassar as 24 horas de duração.

Tela 

No modelo padrão, temos a Dynamic AMOLED 2x de 11 polegadas, com resolução Full HD+ e taxa de atualização de 120 Hz. O display oferece excelentes níveis de contraste e conta com recurso de adaptação automática a diferentes níveis de iluminação, ajustando o brilho automaticamente em caso de mudança repentina na intensidade da luz do ambiente.

A tela é bem responsiva e, durante o período de testes, não chamou a atenção por nenhum problema. É importante destacar que o produto apresenta leitor de impressão digital na tela. A tecnologia funciona bem na maioria das vezes, mas podem acontecer alguns erros de leitura em caso de suor nas mãos ou se o dedo for retirado rapidamente. 

Som

Um dos pontos que mais impressionaram durante os testes foi o sistema de áudio, que é bastante potente. O desempenho do som é bem interessante, inclusive, em músicas em que há predominância de frequências graves — algo menos comum de aparecer em um tablet.

A empresa tem investido pesado em sistemas de áudio nos últimos anos. Tanto que, em 2016, adquiriu a Harman International Industries, um dos maiores conglomerados do ramo de áudio do planeta. Desde então, a empresa vem utilizando a tecnologia da AKG, uma das empresas do grupo, em fones de ouvido e nos alto-falantes de seus aparelhos móveis.

O Galaxy Tab S9 conta com dois poderosos alto-falantes de cada lado com a tecnologia da já citada AKG, que dão a sensação de preenchimento do ambiente durante a reprodução de áudio. O tablet pode agradar bastante aos usuários que gostam de ouvir música em um volume mais alto.

Desempenho

É um dos pontos de maior destaque. Ele vem de fábrica equipado com o chip Snapdragon 8 Gen 2 for Galaxy, uma variante da Qualcomm desenvolvida em parceria com a sul-coreana para entregar maior poder de desempenho nos dispositivos da Samsung. O mesmo processador está presente no Galaxy S23 e nos dobráveis Galaxy Z Flip 5 e Galaxy Z Fold 5.

O modelo que testamos possui 12 GB de memória RAM e 256 GB de armazenamento interno. Estas especificações técnicas transformam o tablet em um dos dispositivos mais poderosos do mercado, com potencial para dar conta de tarefas que exigem alto poder de processamento, como edição de imagens e vídeos em alta resolução, além da reprodução de alguns jogos mais pesados disponíveis na loja digital do Google.

Jogos

Por falar em jogos, o produto conta com uma tecnologia que está dando seus primeiros passos nas plataformas mobile: o ray tracing. Para quem não está familiarizado, a tecnologia utiliza traçados de raios para renderizar efeitos de luz mais realistas a games em tempo real.

O recurso já está disponível em uma gama variada de placas de vídeo topo de linha e consoles das últimas gerações, mas só agora que está chegando aos tablets da Samsung — possivelmente chegará também aos smartphones no futuro.

Modo Dex

O “Modo DeX” é uma maneira de utilizar o tablet voltada para quem quer produtividade. Em resumo, a ferramenta oferece uma experiência de desktop nos Galaxy Tab S9, alterando o layout da One UI, a interface de usuário da Samsung, e adicionando uma barra de tarefas semelhante à do Windows, o sistema operacional da Microsoft.  

O recurso é bem interessante, e de fato oferece uma nova perspectiva na utilização do tablet. Interagir com o produto através de teclado e trackpad, de fato, é uma experiência bem próxima de usar um notebook. O Modo DeX pode ser ativado de forma bem simples, com apenas um clique no teclado.

Além da notória mudança visual, ele oferece possibilidade de trabalhar com múltiplas janelas, permitindo arrastá-las e movê-las de forma bastante livre, eliminando a necessidade de alternar janelas como no modo padrão do sistema Android.

Outro detalhe interessante é a possibilidade de usar de monitores externos por conexão com ou sem fio, funcionalidade que também tem foco em produtividade.

Câmeras 

O Galaxy Tab S9 conta com uma câmera traseira de 13 MP e um sensor frontal de 12 MP. O propósito principal dos componentes é realizar videochamadas com uma qualidade satisfatória. Por isso, não dá para exigir a captura de imagens e vídeos com a mesma resolução dos smartphones topo de linha da marca. 

Vale a pena?

Fui surpreendido positivamente pelo produto, que entrega uma experiência muito fluida no modo padrão, de tablet, além de um satisfatório “modo Dex”, que é extremamente útil para profissionais que costumam apostar em recursos de produtividade.

Quem diz não comprar tablets por preferir utilizar notebooks no dia a dia não tem mais desculpas. Embora o sistema operacional não seja Windows, o modo desktop funciona muito bem e com bastante naturalidade.

A única observação é: caso você, caro leitor, compre algum dos tablets da família Galaxy Tab S9, considere adquirir uma de suas versões maiores. Isso porque o teclado nas versões de 12,4 e 14,6 polegadas é um pouco maior, e deve oferecer maior conforto durante a digitação e interação com o trackpad.

O tablet já está disponível nos principais varejistas disponíveis no país, incluindo a Amazon, por preços a partir de R$ 5.679.

CLIQUE AQUI PARA MAIS INFORMAÇÕES

Assine a newsletter do Gizmodo

Vinicius Marques

Vinicius Marques

É jornalista, vive em São Paulo e escreve sobre tecnologia e games. É grande fã de cultura pop e profundamente apaixonado por cinema.

fique por dentro
das novidades giz Inscreva-se agora para receber em primeira mão todas as notícias sobre tecnologia, ciência e cultura, reviews e comparativos exclusivos de produtos, além de descontos imperdíveis em ofertas exclusivas