Se o novo LG V40 fosse uma pessoa, seria certamente um nerd da área audiovisual. Por fora, ele é revestido por uma roupa pouco monótona, mas nada ofensiva. Por dentro, ele tem alguns talentos de câmera bem interessantes.

Vendo o sucesso do Huawei P20 Pro, o mais novo topo de linha da LG superou o número de câmeras que você consegue colocar em um smartphone de quatro para cinco, com duas frontais, sendo uma de 5 megapixels e outra de 8 megapixels, e um trio de câmeras na traseira. É engraçado, pois até há algum tempo as pessoas se recusavam a usar smartphones com câmera traseira dupla, já que eles se tornaram populares com dispositivos como LG G5, Huawei P9 e iPhone 7 Plus. Mas em um ano a inovação atingiu seu pico, e com aparelhos como o Nokia penta-cam sendo alvo de rumores, nós basicamente estamos vivendo em uma corrida armamentista pelo empilhamento de câmera.

[Review] LG G7 ThinQ: um smartphone para audiófilos e que tem deficiências graves

Graças a todos esses truques de câmera, o V40 entrega um dos kits de ferramentas audiovisual mais completos do mercado. Você quer efeito de profundidade de campo no smartphone? Você consegue com o aparelho. Que tal três campos de visão distintos ao capturar todos os tipos de cena? Não é problema com esse smartphone. E para assegurar que as lentes funcionem em conjunto, a LG melhorou seu software de câmera para assegurar que você não se esqueça da utilidade de todas as lentes e, talvez, aprenda um pouco melhor a usar os sensores da traseira.

O V40 conta com uma lente de 12 megapixels f/1.5 como câmera principal, uma sensor de 16 megapixels f/1.9 super grande-angular e uma lente de 12 megapixels f/2.4 telefoto com zoom 2x. Isso significa que você tem praticamente uma lente para cada situação, e que suas imagens ficarão super nítidas.

Em uma comparação lado a lado com o Galaxy Note 9, que é o principal rival da LG em termos de preço e recursos, a foto de um bowl de noodles de carne era tão boa, talvez um pouco melhor, que a capturada com um aparelho Samsung (você pode ver as comparações na galeria abaixo). Há pequenas diferenças na cor, que são esperadas de smartphones feitas de companhias diferentes, e se você der um zoom para análise de pixel, a imagem do V40 pareceu mais nítida e continha melhores detalhes da carne.

Da esquerda para a direita: câmera de 12 MP 2x zoom, câmera super grande angular de 107º de 16 megapixels e a câmera principal de 12 megapixels

Na sequência, testei o zoom 2x do V40 em um torneio de CS:Go. Embora a imagem captada com o Note 9 tenha captado melhor o excesso de azul da cena, o V40 não ficou muito longe. E quando eu tirei uma foto rápida de uma pequena tartaruga, o V40 apresentou um resultado, mais uma vez, muito parecido, com detalhes de textura da pedra e do réptil, embora a imagem tenha ficado com a exposição um pouco estourada.


Clique aqui para ver as imagens em tamanho ampliado.

Finalmente, com pouca luz, o V40 apresentou um resultado parecido com o do Note 9. No entanto, se você der um zoom e olhar bem o detalhe da vela e os talheres, você poderá ver que o Note 9 ainda leva uma pequena vantagem em detalhes e em redução de ruído. Para ser claro, embora o Note 9 ofereça um pouco mais do que o V40 no que diz respeito à qualidade de imagem, o dispositivo da LG não fica muito atrás.

Eu não tinha notado que tinha pessoas passando lá atrás, o que deu uma estragada. Chama a atenção que o app do smartphone cria arquivos de vídeo, e não GIFs. Se quiser no formato GIF, você tem que se virar. Crédito: Sam Rutherford/Gizmodo

Mas nós ainda não terminamos, porque temos ainda de falar da super grande-angular do V40 — algo que o Note 9 não tem — e que permite capturar vistas extensas de prédios ou eventos esportivos. E tem ainda alguns truques que a LG colocou no app de câmera do V40. Se você quiser ter uma noção da cena captada por cada sensor, basta segurar a opção de três ícones da tela para ter uma visão ao vivo de cada câmera. E se você não sabe direito qual lente é melhor para sua foto, você pode simplesmente ativar o modo Triple Shot e fazer com que o V40 capture a imagem com todas as três lentes de uma vez.

Gostaria que a LG tivesse feito um live preview maior para, assim termos uma noção melhor do que captamos. Crédito: Sam Rutherford/Gizmodo

Existe ainda um novo modo no V40 chamado Cine Shot, que permite que você transforme vídeos em pequenos filmes de loop infinito, que os aficionados costumam chamar de cinematografia. Tudo que você tem que fazer é gravar um vídeo de três segundos, destacar uma seção específica da cena que você quer que se movimente e é isso. Está pronto. Às vezes, há problemas, pois a animação parece esquisita ou o gif não faz um loop perfeito. No entanto, tornar fácil o processo de fazer cinematografia, que poderia levar horas, em menos de 15 segundos é bem bacana. Dito isso, gostaria que houvesse mais opções de Cine Shot de capturar algo mais longo que três segundos.

Como está, nem parece que aparelho tem notch, né? Mas ele está aí. Só que escondido. Crédito: Sam Rutherford/Gizmodo

Além de todas as novidades, ainda há todos os recursos anteriores de câmera à disposição. O modo AI Cam consegue reconhecer vários objetos e situações e, então, ajustar automaticamente as configurações da foto. Uma nova versão do Google Lens funciona em tempo real, em vez de precisar que você bata uma foto antes. Também tem uns truques interessantes, como o Cine Video, que permite que você dê um zoom bem suave em um objeto específico, como um cinegrafista de verdade.

Caramba, uma entrada USB-C e uma saída para fone de ouvido! Crédito: Sam Rutherford/Gizmodo

Câmeras à parte, as especificações gerais do V40 são bastante sólidas. Ele vem com um processador Qualcomm Snapdragon 845, 6GB de RAM, 64GB de armazenamento, entrada para cartão de memória microSD, resistência à água, carregamento sem fio e sensor para impressão digital. Ele tem até mesmo saída para fones de ouvido — uma coisa que parece que só existe em aparelhos baratos e em telefones da Coreia do Sul hoje em dia — que trabalha em conjunto com um DAC (conversor digital-analógico) quádruplo de 32 bits embutido para entregar ótimos sons com fio.

Eu geralmente não falo com o Google Assistente em público, então esse botão não serve muito para mim, mas cada um, cada um. Crédito: Sam Rutherford/Gizmodo

A tela OLED de 6,4 polegadas do V40 é também bem brilhante, chegando a 598 nits em nossos testes, mais do que o Note 9 e o iPhone XS. Ela não aparenta nenhuma coloração ou gradação esquisita como a que vimos em algumas telas anteriores da marca. E, apesar de ter uma bateria apenas mediana, com 3.300 mAh de capacidade, o V40 se saiu muito bem no nosso teste, durando 10 horas e 42 minutos. Claro, é bem menor do que os números do iPhone XS Mas (13h07) e do Note 9 (14:11), mas é só meia hora a menos do que um iPhone XS (11h11).

Entretanto, o que não é tão legal é que o V40 vem com Android 8.1 em vez de 9, e a LG não diz quando uma atualização deve chegar. A empresa também está tentando mostrar como o aparelho é fino e leve comparado com a concorrência. Pensei que essa fase já tinha acabado. Com 169 gramas, o V40, de fato, pesa cerca de 30 gramas a menos do que os outros celulares com telas de tamanho parecido, mas eu meio que não ligo para isso. Nunca cheguei a pensar que um smartphone era pesado demais, mas talvez isso seja pessoal.

A LG chama essa área cinza de segunda tela do V40, mas nós sabemos a verdade. Crédito: Sam Rutherford/Gizmodo

Enquanto isso, o design do V40 é bem simples. Ele é praticamente o mesmo “sanduíche de vidro” que praticamente todo celular lançado nos últimos 18 meses. A LG até evitou transformar o entalhe no topo da tela em uma carinha, preferindo colocar as duas câmeras de selfie próximas uma da outra e o alto-falante no lado. É como se a marca estivesse evitando dar ao aparelho qualquer tipo de personalidade. Sobre o recorte em si, a interface da LG faz um bom trabalho ao esmaecer a linha entre ele e a tela, mas se você não liga para isso, há algumas bordas multicoloridas para você escolher. O V40 também vem com o mesmo botão dedicado ao Google Assistente que estreou no G7. Depois de usá-lo de novo depois de seis meses, eu ainda tenho dúvidas sobre sua utilidade.

Meu maior problema com o V40, entretanto, é seu preço. Listado a US$ 950 (R$ 3.707, em conversão direta), parece que a LG passou um pouco do ponto. Sim, todas essas câmeras são legais e cada uma delas tem sua utilidade, e as especificações são boas para um modelo de topo de linha, mas na hora de ver a relação entre custo e benefício, eu acho que ele deixa a desejar. Podiam colocar mais 2GB de RAM, mais espaço de armazenamento ou uma caneta stylus, porque, mesmo com mais câmeras do que um Galaxy Note 9 (que custa US$ 1.000), o aparelho da Samsung parece de uma categoria superior. E, por todo esse dinheiro, um celular premium realmente precisa dar uma cara legal para toda tecnologia que ele traz em si. Infelizmente, o V40 ainda não chegou lá.

Crédito: Sam Rutherford/Gizmodo

Se você não liga para fazer um bom negócio nem quer esperar alguns meses até o preço cair, o pacote de pré-venda do V40 vem com um suporte estabilizador DJI Osmo Mobile 2 e um cartão de memória de 256 GB, o que pode valer a pena (não sabemos se ele será lançado no Brasil com esses acessórios, entretanto). Para todo mundo que diz que a coisa mais importante na hora de comprar um smartphone é a câmera, o novo telefone da LG resolve o problema com cinco delas e truques bem elegantes. E, mesmo que você não opte pelo V40, a loucura de muitas câmeras deve chegar em breve a outros aparelhos de topo de linha também.

Resumo

– Com uma câmera de 12 megapixels, uma grande angular de 16 megapixels, uma com zoom óptico de 2x de 12 megapixels e mais um monte de truques bacanas de software, o V40 tem um dos conjuntos de ferramentas de foto e vídeo mais versáteis que você pode obter em um celular.

– Tirando as cinco câmeras do V40, não tem nada muito interessante no design do aparelho, o que é meio desapontante.

– O V40 infelizmente vem com Android 8.1 e não 9, e a skin da LG traz poucas mudanças em relação a versões anteriores, o que a deixa com uma sensação de ser menos customizável do que a interface da Samsung, ao mesmo tempo que não é tão leve quanto a do Android puro.

– Com uma duração de 10 horas e 42 minutos, a bateria do V40 é bem sólida, e você terá várias portas e especificações, como USB-C, carregamento sem fio, resistência à água IP68 e saída para fone.

Especificações

– Android 8.1
– Qualcomm Snapdragon 845
– Tela OLED de 6,4 polegadas, com resolução 3120 x 1440.
– Suporte a HDR 10
– 6 GB de RAM
– 64 GB de armazenamento
– Entrada para cartão microSD
– Três câmeras traseiras: câmera principal 12MP f/1.5, câmera grande-angular 16MP f/1.9 107°m, câmera zoom 12MP f/2.4 2x zoom óptico)
– Duas câmeras selfie (câmera principal 8MP f/1.9, câmera grande-angular 5MP f/2.2 90°)
– Bateria de 3.300 mAh, com porta USB-C
– Porta 3,5mm para fones
– Carregamento sem fio
– Wi-Fi 802.11 a/b/g/n/ac
– Bluetooth 5.0
– NFC
– Resistência contra água e poeira IP68
– DAC quádruplo de 32 bits
– 158,7×75,7×7,6 mm
– 169 gramas
– disponível em preto ou azul Moroccan