A melhor maneira de fazer as crianças se interessarem por robôs é levá-las para assistir à Star Wars, mas essa experiência é limitada. A segunda melhor opção pode ser o novo robô infantil da Sphero chamado indi. Ele pode ser utilizando de diversas formas conforme as crianças desenvolvem habilidades de programação.

Toda criança precisa crescer com habilidades em robótica? Claro que não, esse é um trabalho que também será assumido por robôs no futuro, mas não é para isso que o indi serve.

Uma criança que passa a infância com o indi não vai aparecer em uma feira de ciências do quinto ano com um  super-robô. No entanto, o indi ajudará a promover habilidades de resolução de problemas. Ele ensinará reconhecimento de padrões e conceitos como causa e efeito. O indi pode até mesmo reforçar o currículo básico do jardim de infância.

E o mais importante é que o indi funciona imediatamente. Ele não tem a necessidade de um aplicativo para acessar suas funcionalidades. Ele dispensa o uso de telas se um pai ou instrutor quiser. Isso ajuda a manter as crianças ativas enquanto perseguem o carrinho pela sala.

Como o indi funciona?

Em vez de martelar em código criptografado, as ações do indi são determinadas por uma coleção de blocos. Essas peças são detectadas por um sensor de cores localizado na parte inferior do carrinho.

Cada bloco diz ao indi para fazer algo diferente, seja fazer curvas de 90 ou 45 graus para a esquerda e para a direita, desacelerar, acelerar ou parar completamente. Dependendo da colocação dos ladrilhos, o indi pode navegar por toda uma sala de aula ou casa, e descobrir como fazer isso é o desafio que as crianças irão, pelo menos em teoria, adorar descobrir.

Assine a newsletter do Gizmodo

Para crianças mais velhas, é possível programa-lo pelo novo aplicativo da Sphero, com blocos de simples de arrastar e soltar. Esses blocos podem ser encadeados para criar movimentos e comportamentos mais complexos.

O brinquedo também vai desafiar ainda mais as crianças com quebra-cabeças que ficam mais difíceis conforme a criança progride nos conceitos de robótica e programação

Ainda não chegou

O robô não estará disponível até setembro, mas o indi pode ser pré-encomendado hoje em um de dois kits:

  • O Kit de estudante de robô educacional Sphero indi, por 125 dólares (R$ 660) que inclui: um único robô, 20 blocos de cores de silicone, 15 cartões de desafio de programação capa protetora.
  • Ou o pacote “sala de aula” do robô educacional, de 1.200 dólares (R$ 6.300), projetado para escolas. Ele inclui oito itens de cada (160 ladrilhos de silicone no total) e uma maleta maior que pode carregar todos os robôs de uma só vez.