Um funcionário de 29 anos de uma companhia aérea roubou um avião bimotor vazio do Aeroporto Internacional de Seattle-Tacoma (Sea-Tac) na noite desta sexta-feira (10). O rapaz “aparentemente tinha pensamentos suicidas” e acabou caindo com o avião cerca de 50 quilômetros após a decolagem, quando pilotos de caças já estavam tentando interceptá-lo. As autoridades locais confirmaram sua morte.


Um funcionário de uma companhia aérea faz uma decolagem não autorizada sem passageiros em Sea-Tac; a aeronave caiu no sul de Puget Sound. As operações já foram normalizadas no Aeroporto Sea-Tac.


Algum cara roubou um avião de #Seatac (aparentemente), fez uma manobra, QUASE caiu em #ChambersBay, então cruzou bem em cima da nossa festa, foi perseguido por jatos de caça e logo depois caiu. Tempos esquisitos.


Aparentemente alguém roubou um avião de SeaTac? Vi dois caças voando e depois fumaça.

De acordo com o canal de notícias local KOMO News, o homem voou de forma “errática” após a decolagem e em um momento conseguiu deixar a aeronave de ponta cabeça, com o bico apontado para Puget Sound antes de ficar quase na vertical.

Controladores de voo tentaram fazer com que ele pousasse em Joint Base Lewis-McChord, perto de uma instalação militar:

Controlador: “Há a pista logo à sua direita a cerca de um quilômetro e meio. Você viu isso? Esse é o campo de McChord”.

Piloto: “Ah cara, eles vão me ferrar se eu tentar pousar lá. Acho que posso estragar algo lá em cima também. Não gostaria de fazer isso. Eles provavelmente têm equipamentos antiaéreos!”

Controlador: “Não, eles nem tem essas coisas. Só estamos tentando encontrar um lugar para você pousar com segurança.”

Piloto: “É, eu ainda não tô pronto para descer ainda. Eita! Eu preciso ficar de olho no combustível, tá caindo muito rápido.”

Controlador: “Se você conseguir, daria para começar a virar à esquerda? E aí vamos levá-lo para o sudeste por favor.”

Piloto: “Isso provavelmente dá prisão perpétua, hein? Eu esperaria que fosse para um cara como eu.”

Segundo a CNN, teve mais conversa:

Em seguida, um controlador discute a possibilidade de um piloto falar no rádio para ajudar o homem a controlar a aeronave.

“Não, quero dizer, eu não preciso de muita ajuda. Já joguei alguns videogames antes ”, responde o piloto.

… “Parabéns”, diz um controlador de tráfego aéreo, “você fez isso, agora vamos tentar aterrissar esse avião com segurança e não machucar ninguém no solo”.

O homem responde: “Awwww-certo … caramba .. eu não sei cara! Eu não sei! Eu não quero. Eu estava meio que esperando que fosse isso. Sabe?

Em outro momento da conversa, ele ainda teria pedido desculpas: “Eu tenho muitas pessoas que se importam comigo, e elas vão ficar desapontadas quando souberem que eu fiz isso. Eu gostaria de pedir desculpas a todos, a cada uma delas. Sou apenas um cara zoado. Tenho alguns parafusos soltos, eu acho. Nunca realmente soube até agora”.

O avião caiu na Ilha de Ketron, em Puget Sound, no condado de Pierce, e pegou fogo. Dois caças F-15 tinham sido designados para interceptá-lo. Não ficou claro se o piloto percebeu que os caças estavam se aproximando antes que ele caísse. No entanto, os vídeos publicados no Twitter mostram os caças voando bem perto ao Q400.

De acordo com a CNN, o Comando de Defesa Aeroespacial da América do Norte (NORAD) confirmou que os caças estavam armados, mas negaram que tenham disparado contra a aeronave ou participado de alguma forma da queda.


@ KING5Seattle aqui está um vídeo do avião sequestrado e escolta dos caças de Steilacoom na linha de balsa para Anderson Island

Acredita-se que o funcionário fosse um agente de serviços, responsável pelo manuseio de bagagens e cargas, além do direcionamento e descongelamento de aeronaves. Ele trabalhava para a Horizon Air, subsidiária da companhia aérea Alaska Airlines.

O reitor da Faculdade de Aviação da Universidade Aeronáutica Embry-Riddle, Alan J. Stolzer, disse ao New York Times que o homem precisaria de autorização da Administração de Segurança de Transportes para entrar na aeronave, mas depois que conseguisse entrar na cabine de comando, não precisaria passar por nenhum outro tipo de medida de segurança para assumir o controle da aeronave.

“Obviamente, isso acontece muito, muito raramente”, disse Stolzer ao Times. “É um funcionário desonesto. Eu acho que os passageiros devem se sentir seguros”.

O analista de segurança da CNN, David Soucie, disse que “existe um protocolo para não permitir que ninguém, individualmente, embarque em uma aeronave […] Todos os aeroportos do país vão verificar se isso precisa ser atualizado”.

Mary Schiavo, analista de aviação da CNN, acrescentou que o piloto parecia conhecer alguns elementos básicos de vôo, como o disparo dos dois motores em conjunto e o uso do manche e do leme para coordenação de curvas. Mas ela disse que aparentemente ele também não tinha conhecimento básico dos elementos do cockpit, como por exemplo, como definir um rumo manualmente.

O chefe da Alaska Airline disse que diversas agências federais estão envolvidas nas investigações sobre o incidente.

O Centro de Valorização da Vida realiza no Brasil apoio emocional e prevenção do suicídio, atendendo voluntária e gratuitamente todas as pessoas que querem e precisam conversar, sob total sigilo por telefone, email, chat e Skype 24 horas todos os dias. Clique aqui para saber mais.

[New York Times]

Destroços do avião Q400 na Ilha Ketron, Washington. Imagem: Ted S. Warren (AP)