por Daniel Junqueira

O jornal Nikkei diz que a Nintendo encerrará a produção do Wii U no final de 2016. Ainda não está claro se a empresa vai abandonar o suporte e desenvolvimento de consoles para o jogo, mas, aparentemente, ela não fabricará novos consoles.



>>> Como é o Miitomo, o primeiro app da Nintendo para smartphones

A notícia não chega a surpreender: o Wii U não decolou desde que foi lançado em 2012, e a Nintendo já prepara o terreno para uma nova plataforma, de codinome NX, que, segundo rumores, será um híbrido de console e portátil. Portanto, o encerramento da produção do Wii U deve servir para dar prioridade ao novo console, que deve ser oficialmente revelado nos próximos meses.

Especula-se que o NX será lançado no fim de 2016. Além de substituir o Wii U – caso se confirme que ele é um híbrido – ele também vai pegar o lugar do Nintendo 3DS, lançado em 2011. Diferentemente do console, o portátil da Nintendo conseguiu ser muito bem sucedido mesmo após um início turbulento no mercado, tendo superado a marca de 50 milhões de unidades vendidas.

O Wii U vendeu 12,6 milhões de unidades pelo mundo, segundo a própria Nintendo. É o pior desempenho entre os consoles de mesa da empresa, atingindo pouco mais da metade das unidades vendidas do segundo pior, o GameCube, que vendeu por volta de 21 milhões de consoles entre 2001 e 2007. O fracasso do Wii U é ainda maior quando comparado com seu antecessor direto, o Wii, que vendeu mais de 100 milhões de unidades e é o console mais bem sucedido da história da empresa (excluindo portáteis).

O fim da produção não significa necessariamente o fim do suporte ao console, mas está na cara que a vida dele está chegando ao fim: até o fim do ano, ele deve receber Star Fox Zero (previsto para o fim de abril), Paper Mario: Color Splash, Mario & Sonic at the Rio 2016 Olympic Games e um novo The Legend of Zelda, entre alguns outros títulos de menor valor de produção. Segundo rumores, Zelda não será exclusivo do Wii U e sairá também para o novo NX.

Nos últimos meses, o console recebeu The Legend of Zelda: Twilight Princess HD e Pokken Tournament (jogo de luta com personagens da série Pokémon). É uma lista bem fraca não só em comparação com o PS4 e o Xbox One, mas também com o próprio Nintendo 3DS, que está no mercado há mais tempo e tem jogos mais interessantes previstos para o ano (como Pokémon Sun e Moon, Bravely Second: End Layer, Metroid Prime: Federation Force, Monster Hunter Generations e dois Dragon Quest).

[Nikkei via The Verge]