Parece que o CEO da Konami, Hideki Hayawaka, pretende abandonar a produção de jogos AAA, focando apenas nas plataformas mobile, plataforma essa que o executivo acredita ser o futuro dos jogos, segundo entrevista cedida para um site japonês. A afirmação chega pouco tempo depois da suposta saída de Hideo Kojima, pai da série Metal Gear Solid, da companhia e do cancelamento de um novo título da série Silent Hill, também produzido por Kojima —  este último acumulou milhares de fãs com apenas uma misteriosa e assustadora demonstração jogável.

Entrevistado pelo site Nikkei Trendy Net, o CEO afirma que a companhia pretende seguir com ramo de jogos para celular de “forma agressiva”, fazendo deste o principal console a receber jogos da Konami. Hayawaka alega também que, seguindo exemplo de jogos como Power pro e Winning Eleven, os títulos da Konami devem deixar de vender  ‘itens’ e começar a vender ‘funções’. “Vimos com estes jogos que mesmo quem compra o jogo físico está motivado a comprar conteúdo extra”, diz. O CEO continua, dizendo que, independentemente da diversidade de plataformas presentes no mercado, a que está mais próxima dos usuários continua sendo o mobile. “A plataforma móvel é onde está o futuro dos jogos”.

Ainda segundo a entrevista, o CEO pretende levar outras franquias da Konami para plataformas móveis. “Com jogos multiplataforma não temos razões para dividir o mercado em categorias. Os celulares terão o novo papel de conectar o público geral com o mundo dos jogos”, diz.

A entrevista foi traduzida de forma resumida por um usuário do fórum NeoGaf. Existe, então, a possibilidade da tradução ser incorreta e incompleta. No entanto, a afirmação confere com a atual situação da Konami — o suposto desligamento de um dos maiores produtores da casa, Kojima, ainda é algo chocante e inesperado, especialmente quando um novo título da franquia Metal Gear, Metal Gear Solid V, está prestes a ser lançado.

Koji Igarashi, ex-produtor da Konami e criador da série Castlevania, se desligou da companhia no início de 2014 e em recente entrevista a IGN, fez algumas críticas ao antigo empregador: “É sempre triste quando franquias muito interessantes ou criadores muito talentosos não podem fazer coisas que no passado fizeram os fãs tão felizes”.

Hoje, Igarashi comemora sucesso do financiamento coletivo do novo jogo que ele produz —  Bloodstained: Ritual of the Night, um jogo de ação em 2.5D baseado nos Castlevania clássicos. A campanha financiou o jogo — que pedia iniciais US$ 500,000 —  em menos de quatro horas. [Nikkei Trendy NetNeoGaf, The Verge, IGN]