Quando a Samsung apresentou o Galaxy S III pela primeira vez, ela destacou a Nature UX, experiência de usuário influenciada pela natureza. A empresa explica neste vídeo como eles tiveram a ideia de aplicar elementos de rios, pedras e grama no design e interface.

No vídeo, Hangil Song diz que designers de produto da Samsung geralmente viajam pelo mundo em busca de inspiração.



Song diz que a “harmonia entre o céu, a cidade e água” num resort em Cingapura (Marina Bay Sands) influenciou a criação do Galaxy S III. Ele também comenta um aspecto bem interessante do design, inspirado por seixos em um rio:

Durante a viagem, eu também acabei vendo pedras em um córrego brilhando sob a luz do sol, e eu passei muito tempo tentando descobrir como capturar o fluxo da água e o reflexo da luz no design do aparelho.

Isto levou os designers a criar uma tampa de bateria diferente, com cinco camadas de revestimento e textura aplicada à mão, para criar um efeito de pedrinhas no rio. O conceito deve ter ajudado também em criar um aparelho que se assenta bem, de forma orgânica, na mão.

A interface também recebeu toques de natureza: a tela de trava parece um lago; papéis de parede animados imitam grama; e os sons do aparelho – como o toque de chamadas padrão – são gotas de suco de laranja caindo em um pequeno copo. Mas isto, na prática, é menos interessante que a inspiração para o design.

Esta é uma abordagem fascinante para o design, e que pode continuar: o Galaxy Note II, a ser anunciado semana que vem, deve ter visual semelhante ao S III. [Samsung Tomorrow via The Verge]