Além de lançar vários smartphones e até uns tablets gigantes, a Samsung também costuma fabricar microprocessadores. E a coreana é muito boa nisso, tanto que a rival Qualcomm vai usar as fundições da Samsung para produzir seus próximos grandes chips.

>>> Snapdragon 820 promete dobro da velocidade com metade do consumo de energia



O Snapdragon 820 foi anunciado no ano passado. É um chip que veremos com bastante frequência nos principais dispositivos com Android nos próximos anos, e ele terá alguns bons truques na manga, como desempenho gráfico 40% melhor, um modem integrado mais rápido, e melhor autonomia de bateria.

Parte disso se deve ao processo de fabricação em 14nm. Construir dispositivos em um processo de 14nm não é algo que a Qualcomm ou sua parceria tradicional TSMC conseguem fazer, então os processadores Snapdragon 820 serão feitos pela Samsung.

Por que importa de qual fundição vem o processador do seu smartphone? Bem, com a Samsung assumindo a produção do chip flagship da Qualcomm, ela se coloca em uma posição dominante no mercado de processadores móveis. Ela já é responsável por parte dos chips A9 da Apple, os Exynos que equipam seus próprios dispositivos, e agora os da Qualcomm que darão a potência da maior parte dos Android topo de linha.

Claro, ainda há muito trabalho de design e testes além da produção. Mas enquanto uma das divisões mobile da Samsung enfrenta um leve declínio, é interessante ver a outra expandindo seus próprios negócios.

[Samsung]