A aclamada série de quadrinhos Sandman, do autor britânico Neil Gaiman, será adaptada em uma série da Netflix. O serviço de streaming fechou uma parceria com a Warner Bros. numa produção “mais cara que a DC Entertainment já fez”, de acordo com uma reportagem do Hollywood Reporter.

Tentativas de uma adaptação de Sandman acontecem desde os anos 1990. A última iniciativa faz três anos e envolvia a New Line, produtora filiada à Warner Bros. A ideia era levar os quadrinhos para o cinema, mas diferenças criativas com Joseph Gordon-Levitt, que dirigiria e estrelaria a produção, fez com que a ideia fosse deixada de lado.

Eric Heisserer, o último roteirista ligado ao projeto da New Line, disse em novembro de 2016 que não faria mais o filme.”Cheguei a conclusão de que a melhor versão para essa propriedade existe como uma série de HBO ou uma série limitada, não como um filme, nem mesmo uma trilogia”, disse Heisserer ao io9 em 2013.

De acordo com o Hollywood Reporter, o roteirista Allan Heinberg (Mulher Maravilha, Grey’s Anatomy) será responsável pelo roteiro e pela direção-geral da produção de Sandman. Gaiman, que criou o quadrinho, assinará a produção ao lado de David Goyer.

Sandman foi originalmente publicado entre 1989 e 1996, com várias séries adicionais em 2009 e entre 2013 e 2015. A história gira em torno de Morpheus, a personificação dos sonhos, que havia sido preso por engano por humanos que desejavam prender sua irmã mais velha Morte para que se tornassem imortais. Décadas depois de escapar, ele decide se vingar.

Esse não será o primeiro trabalho de Gaiman a ser adaptado para a TV. O mais recente trabalho foi Good Omens, que tem sido destacado pela Amazon Prime Video.

Gaiman assinou um acordo com a Amazon Studios para que suas obras fossem adaptadas para o serviço de streaming. No entanto, Sandman foi publicado com o extinto selo Vertigo, da DC Comics e, portanto, pertence à Warner.

A Netflix e a Warner ainda não anunciaram o projeto de forma oficial, nem comentaram a reportagem.

[Hollywood Reporter]