Os terminais do serviço de trem de São Francisco aparentemente foram hackeados no último sábado e isso obrigou as autoridades a liberarem as catracas para os usuários. Em diversas estações era exibida a mensagem “Você foi hackeado. Todos os dados criptografados”.

• ImageGate: malware tem se espalhado por arquivos de imagens em redes sociais
• Hackers ficam irritados porque ninguém quer pagar caro por ferramentas roubadas da NSA

De acordo com o The Register, foi instalado um ransomware – software malicioso que sequestra a máquina e exige dinheiro para liberar o acesso – que pedia 100 bitcoins (cerca de R$ 250 mil) para desbloquear mais de 2 mil terminais do metrô:

Aparentemente, os sistemas infectados incluem desktops de administradores, workstations para CAD, servidores de email e de impressão, laptops de funcionários, sistemas internos de pagamento, bancos de dados SQL, terminais de achados e perdidos, e terminais de autoatendimento. Ao que tudo indica, o malware conseguiu chegar ao controlador de domínio da agência e comprometer os sistemas Windows conectados à rede. Há cerca de 8.500 PCs, Macs e outros computadores na rede da agência.

Depois que os computadores foram infectados e o armazenamento codificado, o malware os reiniciou e passaram a exibir a mensagem: “Você foi hackeado, TODOS Dados Criptografados, Contato para a chave (cryptom27@yandex.com) ID:601”

Como aponta o Kotaku, não demorou muito para as pessoas compararem a invasão com o jogo Watch Dogs 2, da Ubisoft. O game se passa em São Francisco e o gameplay se baseia em invasões aos sistemas da cidade.

Segundo a reportagem da KPIX-TV, a Agência de Transportes Municipais de São Fransico confirma que o sistema foi hackeado, mas diz que os serviços não foram comprometidos. O órgão, no entanto, se recusou a fornecer informações adicionais sobre o ataque.

“Uma vez que se trata de uma investigação em andamento, não seria adequado fornecer mais detalhes neste momento”, disse um porta-voz à KPIX-TV.

[KPIX-TV]
Imagem do topo: KGO-TV.