Esse intervalo entre a Black Friday e o Natal periga ser a melhor época do ano para buscar uma smart TV nova. Pensando nisso, daremos aqui algumas dicas valiosas para você que quer comprar uma para jogar videogame, ver séries dos serviços de streaming ou assistir o seu time do coração no Brasileirão (e ano que vem tem Copa do Mundo!).

Esse aparelhos fazem parte da nossa vida e abaixo listamos alguns elementos para levar em consideração antes de comprar sua nova smart TV:

Tamanho e resolução da tela

A primeira coisa a se considerar ao comprar uma nova TV é o tamanho da tela e a dimensão do cômodo em que o aparelho será instalado. Lembre-se: telas muito grandes em ambientes pequenos podem causar algumas distorções na imagem, fazendo que o usuário não tenha uma experiência muito agradável com os aparelhos. Alguns fabricantes disponibilizam as informações da distância mínima recomendada.

Outro ponto importante para se preocupar é a resolução da TV, que faz toda a diferença no tipo de experiência que o usuário terá. Neste momento, a resolução ideal é 4K, ainda que o mercado ofereça diversos modelos com tecnologia 8K, que é relativamente mais barato.

Se quiser uma experiência com o que há de mais moderno em resolução, um aparelho com resolução 8K é a pedida. No entanto, o consumidor tem que estar ciente que a tecnologia é muito mais cara que o 4K e não há muitos conteúdos produzidos nesta resolução. Talvez este momento não seja muito vantajoso para investir nele.

LED, LCD, OLED, QLED… Qual escolher?

LED LCD, OLED, QLED… É grande a quantidade de tecnologias nas telas de televisores. Normal que esse monte de siglas gerem dúvidas na escolha do aparelho.

Uma TV LED é uma versão mais moderna das telas LCD. Na verdade, é uma tela LCD iluminada por lâmpadas de LED. Essa tecnologia entrega cores vivas e não consome muita energia. Além disso, como estão no mercado há bastante tempo, os aparelhos com esse tipo de tela são encontrados por valores menores.

Já as TVs OLED são uma evolução da tecnologia anterior e possuem diodos orgânicos que se autoiluminam, o que elimina a necessidade de um painel de luzes de LED para iluminá-los. Na OLED, a imagem tem maior contraste em menor tempo de resposta. Como os diodos se iluminam sozinhos, em alguns casos podem se apagar completamente e entregar uma cor preta real.

A tecnologia QLED foi desenvolvida pela Samsung e consiste na utilização de nanocristais capazes de emitir diferentes cores quando expostos a alguma fonte de luz. As telas QLED apresentam uma brilho mais acentuado e, normalmente, têm vida útil maior que as TVs de tela OLED.

Taxa de atualização

Um ponto bem importante e não recebe a devida atenção na hora de adquirir uma nova Smart TV é a taxa de atualização da tela. É a quantidade de vezes que a imagem é atualizada a cada segundo. A taxa mínima encontrada no mercado é 60Hz, mas é possível encontrar modelos com 120Hz, 144Hz e até 240Hz em modelos mais caros.

Quanto maior a taxa de atualização da tela, maior a fluidez das imagens e menores as chances de distorção óptica em imagens em que objetos se movimentam em alta velocidade ou que apresentam muitos elementos simultaneamente. A frequência de atualização deve ser levada em consideração principalmente por quem deseja usar a TV para games.

Sistema operacional

Android TV, WebOs e o Tizen são os sistemas operacionais disponíveis em aparelhos no mercado brasileiro e é impossível apontar um que seja melhor, pois cada um possui características próprias, mas no geral entregam bem o que prometem.

O único ponto para observar com calma é que pessoas com dificuldade em lidar com tecnologia podem não ter uma boa experiência com alguns sistemas. Pensando nisso, aparelhos com Android TV podem ser mais fáceis de usar, já que estão presentes na maioria smartphones do mercado brasileiros e funcionam de maneira muito parecida.

Conectividade

Considere também os tipos de aparelhos que você deseja conectar à sua TV. Escolha um modelo com entradas que atendam suas necessidades. Provavelmente você deve conectar soundbars, videogames, computadores e outros aparelhos. Então, antes de comprar, certifique-se que o aparelho possui um número de entradas HDMI e USB que atenderão as necessidades.

Outra entrada interessante a considerar é a porta LAN, usada para se conectar à internet diretamente por cabo, útil caso tenha problemas com a conexão Wi-Fi.

Confira alguns bons modelos:

Smart TV LG

A SmartTV LG tem tela de 50 polegadas com tecnologia OLED, resolução 4K e taxa de atualização de 60Hz. Wi-Fi, Bluetooth, trÊs entradas HDMI, duas portas USB, uma entrada RF, uma entrada digital óptica e uma entrada LAN (cabo RJ45). A TV vem equipada com sistema WebOS e pode ser encontrada nas lojas Amazon por R$ 2.689.

Smart TV TCL

A Smart TV TCL possui sistema Android TV, tela LED LCD 4K de 50 polegadas com taxa de atualização de 60Hz. O controle remoto do aparelho pode ser operado por comandos de voz. Além disso, possui três entradas HDMI, duas entradas USB, conexão Wi-Fi e Bluetooth. O produto está custando R$ 3.299 na loja Amazon.

Smart TV Samsung

Com 55 polegadas, tela QLED com resolução 4K e taxa de atualização de 60Hz a Smart TV Samsung promete oferecer uma ótima experiência para os usuários. O aparelho possui três entradas, HDMI, duas entradas USB e conexões Wi-Fi e Bluetooth. A Smart TV pode ser encontrada na Amazon por R$ 3.599.

Assine a newsletter do Gizmodo