Pesquisadores da Universidade de Saarland, na Alemanha, criaram uma espécie de olho para computadores que consegue detectar e organizar imagens a partir do seu aspecto artístico.

O olho, na verdade, é um software. Você pode apresentar para ele três imagens parecidas – três borboletas, por exemplo – e ele consegue vasculhar e organizar outras semelhantes. Com o uso de um algoritmo, ele classifica imagens de acordo com características visuais, como cores e tamanhos. Para finalizar, ele exibe o resultado de duas formas: em mosaico e lado a lado.



O programa é bem inteligente e consegue entender exatamente o que você quer. “O principal recurso do programa é que ele é capaz de capturar os requisitos do usuário”, explicou Tobias Ritschel, líder do grupo de pesquisa. “Tudo o que ele precisa fazer é clicar em duas, três ou mais imagens com o mouse e carregá-las até certo ponto”. A partir daí, o algoritmo entra em ação e a classificação é feita automaticamente.

Ritschel e sua equipe buscam possíveis clientes para a tecnologia, e eles já imaginam quem pode se beneficiar do software: fotógrafos e editores de fotos, além de lojas online. No caso do e-commerce, o software conseguiria reunir diversas mercadorias parecidas e exibi-las para os clientes. [Inovação Tecnológica, ScienceDaily]