O Spotify acabou de consertar aquele que é, para muitos usuários, o maior problema do serviço. Nesta quarta-feira (12), a companhia aumentou o número de músicas que as pessoas podem baixar para ouvir offline.

• O Spotify grátis vale a pena?
• App de relógio do Google faz parceria com Spotify e terá alarmes com música

Aproveitando a deixa, ontem à noite algo esquisito aconteceu comigo. Eu estava escutando música e adicionando alguns álbuns à minha biblioteca do Spotify quando, acidentalmente, selecionei o slider “Baixar” em vez de o botão “Salvar” e funcionou!

Há alguns meses, comecei a pagar o Spotify para evitar os anúncios publicitários e para poder baixar músicas no meu celular. O download só acontecia quando estava conectado ao Wi-Fi e com o aplicativo aberto. Eu escolhi baixar muitos álbuns, mas demorou um pouco para tudo ser processado e, de repente, eu atingi o limite de 3.333 músicas por dispositivo.

Não importava quantas músicas eu removia, eu ainda estava no limite. E quando eu selecionei “baixar” novamente, uma janela me avisou que tinha ultrapassado do limite. O acaso da noite passada me fez pensar que finalmente tinha removido álbuns o suficiente, mas, na realidade, o Spotify aumentou o limite de músicas offline para 10.000 faixas por dispositivo, com um limite de cinco dispositivos.

A Rolling Stone foi a primeira a noticiar a mudança. Pedimos ao Spotify alguns comentários sobre a decisão, mas não recebemos respostas imediatas. Um membro da comunidade dos fóruns da empresa confirmou o novo limite, escrevendo:

No Spotify, sempre estamos trabalhando na melhoria da experiência dos nossos usuários. Podemos confirmar agora que aumentamos o número de faixas offline por dispositivo – de 3.333 em 3 dispositivos para 10.000 em até 5 dispositivos.

Eu não era o único a achar o limite irritante. Você pode encontrar facilmente inúmeras pessoas reclamando dele na internet. Eu preciso dos downloads para o trajeto que faço até em casa, principalmente quando estou nos pontos cegos de cobertura do metrô. Muitos outros usuários possuem planos de dados limitados ou sequer possuem internet para fazer o streaming online quando estão se locomovendo por suas cidades.

Como o Verge lembra, os usuários ainda têm o limite de 10.000 faixas em suas bibliotecas pessoas, então eu suponho que essa seja a próxima barreira que precisarei enfrentar. Mas, por enquanto, não tenho muito do que reclamar.

[Rolling Stone]

Imagem do topo: Spotify