Picar o dedo para fazer teste de glicose no sangue nunca será divertido. Felizmente, os cientistas têm trabalhado arduamente em uma alternativa sem sangue e livre de agulhas: uma tatuagem adesiva temporária que, por mais estranha que pareça, suga delicadamente a glicose através da superfície da pele.

O dispositivo fino e flexível criado por nanoengenheiros na UCSD baseia-se no GlucoWatch, uma pulseira bem maior que trabalhava com o mesmo princípio de sucção de glicose, mas que foi descontinuada. No GlucoWatch, a corrente elétrica utilizada para atrair a glicose até a superfície da pele era muito alta e os usuários reclamavam muito do desconforto que ela causava. Esta tatuagem temporária elimina o problema usando uma corrente suave — mas igualmente eficaz.

Ela detecta a glicose através de uma enzima que quebra o açúcar em peróxido de oxigênio e hidrogênio. A quantidade de peróxido de hidrogênio é um indicador para níveis glicêmicos sanguíneos.

Se você acompanha de perto o assunto, deve lembrar que uma tatuagem permanente com sensor de glicose foi pensada anteriormente. Embora as ideias sejam  parecidas, esse novo produto é bem diferente. Primeiro porque não é uma tatuagem real, que envolve agulhas que despejam tinta sensível à glicose na pele. E, em segundo lugar, ela já foi testada em seres humanos. Um estudo contendo a prova de conceito publicado na Analytical Chemistry comprovou a precisão ao medir os níveis de açúcar no sangue em sete voluntários saudáveis.

É claro que ainda há muito trabalho a ser feito para torná-la um dispositivo que pode ser usado em casa a longo prazo, mas um teste de açúcar no sangue sem picadas é certamente bem-vindo.

Crédito da imagem: Jacobs School of Engineering/UC San Diego