O fundador do Telegram, Pavel Durov, anunciou que o seu mensageiro — rival do WhatsApp — receberá em breve uma versão “Premium”. Nela, o usuário poderá pagar uma assinatura para ter acesso a recursos extras exclusivos.

Segundo Durov, a criação do “Telegram Premium” foi uma resposta aos usuários que pediam um limite ainda maior em conversas, mídias e uploads. Como o aumento desses limites gera uma elevação de custos no uso de servidores, optou-se por oferecer um plano de assinatura.

Além da possibilidade de ter acesso a recursos adicionais, o fundador do app afirmou que os assinantes também receberão novas funções em primeira mão. “Acredito que o Telegram deve ser financiado principalmente por seus usuários, não por anunciantes. Desta forma, nossos usuários sempre serão nossa principal prioridade”, disse Durov.

Telegram Premium

Ainda não está claro como funcionará o plano de assinatura do Telegram. O fundador do app se limitou a dizer que os usuários terão acesso a mais “velocidade e recursos”, assim como a possibilidade de enviar “arquivos extragrandes”. É esperado ainda que os usuários premium tenham acesso a reações e adesivos exclusivos.

Quanto aos usuários gratuitos do Telegram, Durov garantiu que os recursos existentes ainda permanecerão de graça, inclusive com a possibilidade de interagir e ter acesso a arquivos enviados por usuários premium. Além disso, ele afirmou que novos recursos gratuitos estão chegando ao aplicativo.

Segundo apontou o site 9to5Mac, a expectativa é que o Telegram Premium seja lançado ainda neste mês. Os valores, porém, ainda não foram divulgados.