A Justiça da Noruega condenou a Tesla em US$ 480 mil, o equivalente a R$ 2,5 milhões na conversão atual, por limitar a velocidade de carregamento e capacidade de bateria nos carros elétricos da marca. O valor será dividido entre 30 motoristas que moveram uma ação contra a companhia, e cada um deles vai receber 136 mil coroas norueguesas (R$ 87 mil).

De acordo com o jornal norueguês Nettavisen (via Business Insider), foi descoberto que uma atualização de software liberada em 2019 afetou a vida útil da bateria e as velocidades de carregamento de alguns Tesla Model S fabricados entre 2013 e 2015 — todos estes já descontinuados da linha de produção. Dezenas de noruegueses donos do modelo procuraram o conselho de conciliação do país em dezembro do ano passado para relatar o problema.

A Tesla não se manifestou sobre o caso, que então foi favorável aos demandantes da ação no último dia 29 de abril. Segundo a decisão do tribunal norueguês, a companhia de Elon Musk tem até o dia 30 de maio para pagar a multa de quase meio milhão de dólares. Se a empresa não ressarcir os clientes, ela pode entrar com um recurso no conselho de Oslo e levar o caso para uma segunda instância.

Em nota enviada ao site Electrek, a Tesla declarou que a atualização liberada em 2019 tinha com objetivo “proteger a bateria e melhorar a longevidade” do veículo. No entanto, reconheceu que o update causou uma perda de alcance para “uma pequena porcentagem dos proprietários”. Estima-se que mais de 10 mil consumidores possam ter seus automóveis da Tesla afetados pela atualização.

Assine a newsletter do Gizmodo

Os mesmos problemas, também nos EUA

Além da Noruega, clientes nos Estados Unidos entraram com uma ação coletiva contra a Tesla alegando que veículos antigos estão com dificuldades para carregar mais rapidamente. A ação, que foi movida no tribunal federal do Norte da Califórnia, alega fraude contra a montadora. Segundo a Reuters, a limitação de bateria pode ter atingido milhares de carros das linhas Model S e X — não só nos EUA, mas em outros países em que a Tesla está presente.

[Nettavisen, Business Inisder, Electrek]