Um atirador abriu fogo em um torneio de Madden NFL 19 em um bar de jogos na cidade de Jacksonville, no estado americano da Flórida. De acordo com o jornal local Miami Herald, a polícia confirmou que três pessoas foram mortas, incluindo o atirador, e 11 estão feridas, sendo nove delas baleadas. As primeiras informações falavam em quatro mortes, mas este número foi corrigido pelas autoridades.

O tiroteio aconteceu no GLHF Game Bar durante um campeonato do game de futebol americano. O estabelecimento fica em uma área conhecida como Jacksonville Landing, que abriga bares, restaurantes e lojas.

Miami Herald também reporta que a polícia identificou o atirador como David Katz, de 24 anos, de Baltimore. Ele estava no local para o torneio e, ao que tudo indica, foi derrotado momentos antes. Testemunhas dizem que ele atirou em si mesmo depois do ataque.

O torneio estava sendo transmitido pelo Twitch. Nos vídeos, dá para ouvir os tiros e os gritos dos jogadores.

A Electronic Arts, desenvolvedora do jogo, publicou um comunicado em seu Twitter:

Tradução: “Estamos cientes do incidente em um torneio oficial de Madden em Jacksonville. Estamos trabalhando junto às autoridades para reunir fatos. É uma situação horrível, nossa mais profunda compaixão a todos os envolvidos.” 

Drini Gjoka, um dos jogadores que estavam participando da competição, disse ter sido atingido no dedão. Ele também usou o Twitter para falar sobre o acontecido.

Tradução: “Eu literalmente tenho muita sorte. A bala acertou meu dedão.”

Outro jogador, conhecido como Dubby, também deu um breve relato sobre o ataque usando redes sociais.

Tradução: “Me trouxeram para o hospital. A bala passou de raspão na minha cabeça. Estou me sentindo bem, só com um arranhão na cabeça. Estou traumatizado e arrasado.”

Atualizado às 17:48 com mais informações sobre a investigação.

Atualizado às 21:30 com o nome do suspeito e a correção do número de pessoas mortas.