Quantos processadores são necessários para criar o super computador mais rápido do mundo? Atualmente, pouco mais de 560 mil, um poder de processamento de 17,59 Petaflops. É essa a capacidade do Titan, o novo líder do Top 500 mundial.

O Titan (site bem bacana, vale uma visita) foi criado com base no Jaguar, super computador que em 2010 também foi o mais rápido do mundo — e com apenas 2,5 Petaflops. Localizado no Tennessee, EUA, o Titan é fruto de uma reformulação no valor de US$ 97 milhões custeada pelo Departamento de Energia dos EUA. A montagem dele ficou por conta da Cray. A AMD entrou com CPUs Opteron, algo incomum visto que 76% dos super computadores confiam em soluções Intel. Por fim, a Nvidia com 18688 GPUs Tesla K20X, em grande parte responsáveis pelo desempenho abismal do Titan. Ah, e ele também tem um visual bem bacana.

O Sequoia, da IBM, líder da edição de junho do Top 500, caiu para a segunda posição — o seu poder de processamento é de 16,3 Petaflops. Esses resultados foram obtidos com o Linpack.

O Brasil segue com dois representantes no Top 500, os mesmos da lista anterior, de junho. Infelizmente, eles perderam posições. O Grifo04, fabricado pela Itautec e de propriedade da Petrobrás, agora ocupa a 98ª posição (era o 64º na penúltima lista); já o Tupã, obra da Cray para o INPE, foi do 79ª posição para o 116º lugar. Vários super computadores melhores entraram na lista, já que a capacidade de processamento dos dois permaneceu inalterada nesse intervalo de seis meses. Para ver a lista completa, clique no link a seguir: [Top500 via The Verge, Tecnoblog]