O Fleshlight Motion é tipo uma peça de mobília normal, só que com uma vagina do lado. Você pega ele e faz sexo. Eu tracei um objeto inanimado para que você não precise fazer isso, e estes são os meus resultados. Eu me sinto imundo.

Na verdade este review é de dois produtos da Fleshlight, o Fleshlight Motion (US$ 90 – US$ 140) e o Sex in a Can (US$ 40), mas eles são só versões diferentes da mesma vagina de borracha. O Sex in a Can coloca a tal em uma grande lata de cerveja falsa, enquanto o Motion te dá uma grande caixa preta de couro para agarrar durante “o processo”.

Em teoria, não há nada de errado em usar um objeto para ajudar na sua estimulação individual. Até porque as moças têm toda uma coleção de brinquedos disponíveis, e isso é bem aceitável. Mas os brinquedos sexuais masculinos nunca fizeram sucesso, e agora que eu testei um, descobri o por quê.

Saiba no que você está se metendo, literalmente

Na hora H, a sensação dessas coisas simplesmente não é boa. Elas são feitas de um material emborrachado que em absolutamente nada lembra, mesmo que vagamente, uma parte humana. Eles tentam compensar isso instruindo o usuário a molhar o negócio em água quente antes, e usar muito gel lubrificante. Mas no fim você ainda vai estar fodendo um pedaço de borracha, e não há nada que você possa fazer para enganar o seu corpo quanto a esse fato.

E você realmente gostaria de ter o trabalho de mergulhar um acessório em água quente, depois passar lubrificante, só pra dar uma rapidinha? E você já pensou no que acontece quando você termina? Não é algo que dê para limpar com um lencinho, meus amigos. Você precisa ir até um tanque e lavar mesmo, tanto a vagina em si quanto o case de plástico. Imagine-se fazendo isso, e imagine como você se sentiria nessa situação. Imaginou? Confie em mim, é pior que isso.

Sobrevivendo à vergonha

Se você realmente se interessa por essas coisas, eu consigo imaginar uma justificativa para o Sex in a Can. Ele é bem discreto, de modo que você pode escondê-lo facilmente no funda da gaveta de meias, por exemplo. E longe de mim querer dizer que o que é gostoso ou não é gostoso pra mim, vai ser para todas as pessoas. Cada um, cada um. Mas o Fleshlight Motion… não dá, ele passa dos limites.

Sério, onde você vai guardar um troço desses? O melhor que você poderia fazer para escondê-lo seria jogar no armário, mas mesmo assim ele ocupa um grande espaço. Um gigantesco brinquedo sexual de couro é o espanta-gatas mais efetivo que posso imaginar, se alguma potencial enxergar isso na sua casa. Qual seria a sua desculpa para ter uma enorme caixa com uma vagina do lado? Se você tem uma enorme sala com todo tipo de brinquedos e acessórios sexuais e de fetiche, isso pelo menos mostra que você gosta de transar com outras pessoas. Um Fleshbot Motion só mostra a sua extrema dedicação a uma festa para a qual só você e o seu pinto foram convidados.

E se você conseguir se manter excitado ao olhar para baixo e ver essa coisa, você é um homem muito diferente de mim. Sério, não há nada mais broxante do que a consciência de que você está até às bolas enfiado em uma peça de mobília.

No fim das contas, a experiência com estes produtos da Fleshlight só me fez um maior apreciador da clássica atividade masturbatória manual. Porque, tipo, está tudo ali. Encaixa bem, você pode ajustar a pressão, intensidade, velocidade, está sempre em uma temperatura corpórea normal, é grátis e você não precisa esconder nada de ninguém. Não tem como ser melhor que isso. [Fleshlight]

 Não te decepciona

 É certamente uma sensação diferente

 Parece que você está fazendo sexo com um boneco de simulação médica

 Vergonha extrema se algum amigo ou parente encontrar

 Realmente nojento para se limpar