Os produtos da Apple são famosos por serem difíceis de abrir e consertar – surpresa, eles querem que você compre um aparelho novo! – mas essa novidade é especialmente ridícula. Durante os consertos de iPhones 4, eles estão trocando os parafusos da Philips por outro com novo e estranho formato para o qual sequer existe chave de fenda disponível no mercado.

Sim, a Apple quer mesmo tornar impossível o ato de abrir um iPhone. Eis a explicação da mudança, segundo o iFixit.

Quando o iPhone 4 foi lançado, o conector era preso por parafusos padrões da Philips, o #00. Provavelmente você tem uma ferramenta em sua casa capaz de desparafusá-los sem dificuldades. Mas as pessoas que levaram seus iPhones 4 às Apple Stores americanas para algum conserto repararam que algo havia mudado quando receberam o aparelho de volta: os parafusos não eram mais da Philips. Eles foram substituídos por outros, com um formato de flor bem bizarro, chamados de “parafusos de segurança pentalobe”. E você muito provavelmente não tem uma ferramenta para desparafusá-los em casa. Na verdade, ninguém tem. Só a Apple.

[vimeo 18764019]

Claro, é a prerrogativa da Apple para afastar o usuário das entranhas do iPhone, mas colocar silenciosamente esses novos parafusos durante reparos e em iPhones já vendidos é completamente absurdo. Você leva um iPhone que pode ser aberto numa boa e volta com um mais selado do que um carro forte. É muita pedância da Apple, ou de qualquer outra empresa no assunto, pensar que pode alterar um produto já vendido sem autorização, trocando peças à toa, como se viesse com soluções melhores para selar o aparelho. É mais do que simplesmente dissimulado, e é exatamente o tipo de comportamento que leva algumas pessoas a pensar que comprar um produto da Apple é como estar preso em uma cela tecnológica, embora seja considerada uma belíssima cela. A mensagem aqui é que o usuário não tem nenhum poder no domínio da Apple – principalmente em seu domínio físico, a Apple Store – e independente de tudo o que você pensa sobre o que essa transação significa, os produtos sempre pertencerão à Apple.

Na verdade, esses parafusos pentalobulares já haviam aparecido antes, nos MacBook Pros de 2009 e nos novos MacBook Airs, e o objetivo deles é transformar os aparelhos da Apple em algo inábrivel. E também em algo irreparável, a não ser nas autorizadas da maçã. Ou seja, é algo ridículo. Quando eu compro algo, eu tenho o direito de consertá-lo, modificá-lo e trocar peças do jeito que eu quiser. Como consta no sucinto Owners Manifesto, da MAKE, “se você não pode abri-lo, ele não é seu”. E mesmo que já tenha ficado claro que a noção de propriedade da Apple é diferente das outras empresas, a troca de parafusos na surdina mostra quão longe eles estão dispostos a ir para manter você longe da parte interna de seu celular. Ou, como eles preferem, o celular deles.

Felizmente, o iFixit já descobriu uma solução: eles estão vendendo um kit de libertação para iPhones 4 modificados por 10 dólares, para os usuários trocarem os parafusos surreais da Apple pelos clássicos parafusos da Philips. [iFixit]