Agora, quando o Twitter rejeitar sua solicitação por aquele cobiçado selo de verificação azul, será por alguma razão… especial. Bem, quase isso: a plataforma anunciou na sexta-feira (9) que, em vez de enviar e-mails com respostas genéricas, vai fornecer aos usuários uma explicação mais completa do motivo pelo qual eles não cumpriram seus requisitos de verificação.

“Ouvimos seu feedback de que podemos ser mais claros sobre o motivo pelo qual uma verificação não foi aprovada. Os e-mails com uma decisão agora darão mais contexto sobre o que levou as solicitações a não atenderem aos nossos critérios”, escreveu o Twitter.

O anúncio foi feito depois que o Twitter relançou seu processo de verificação pública em maio deste ano. Foi a primeira vez desde 2017 que a companhia facilitou o procedimento. No entanto, precisou pausar a ação novamente devido ao grande número de solicitações. Durante todo o tempo, o Twitter abriu o processo com segurança para certas empresas, marcas, organizações de notícias, ativistas e outras contas que a companhia considerava dignas de um selo azul.

O Twitter disse ainda que está implementando o acesso do público geral mais uma vez para não sobrecarregar sua equipe, e a opção de inscrição logo estará disponível para todos os usuários. Com isso em mente, a rede social deve tornar todo o processo mais transparente, como adicionar contexto adicional aos e-mails de rejeição.

“Nós sabemos que e-mails de rejeição genéricos eram confusos e frustrantes para as pessoas. Então, obter informações mais específicas sobre decisões de verificação tem sido uma prioridade para nossa equipe”, disse B. Byrne, líder de verificação de produto do Twitter.

O Twitter também planeja adicionar diretrizes mais explícitas ao aplicativo e continuará a incorporar feedback sobre como tornar o processo de verificação mais amigável.

Assine a newsletter do Gizmodo

Então, se você (como eu) ainda está entre a plebe sem verificação, veja o lado bom: pelo menos o Twitter explicará por que você não é digno de verificação na próxima vez que recusar.