Você já viu como ficaram os apps que acompanham o Windows 8 final. Mas e a área de trabalho? Ela recebeu o estilo (antes conhecido como) Metro – mas nem tanto.

As janelas e barra de tarefas são angulosas – nada de cantos arredondados – e o efeito de vidro Aero Glass foi removido, como previsto. Mas a barra de tarefas continua com transparência, o que parece meio inconsistente. E antes, era possível escolher uma cor para a barra de tarefas, e outra para as janelas; agora não dá mais.

E a maioria dos ícones, infelizmente, não foi atualizada: eles mantêm o mesmo estilo do Windows Vista. É uma pena: vários ícones, principalmente no Ribbon, ficaram ótimos no Office 2013 e deveriam estar no Windows 8 por padrão. Outros elementos foram Metro-ificados: botões, caixas de seleção e mais – mas os ícones ficaram de fora, o que mais uma vez parece inconsistente.

Por que a Microsoft resolveu deixar o desktop mais Metro, pero no mucho? A empresa ainda não se pronunciou sobre isto, mas talvez este post do Building Windows 8, publicado em maio, ajude a entender:

O Windows 7 é a versão do Windows mais popular e mais usada até agora. Fizemos um esforço consciente para relacionar o desktop no Windows 8 com a aparência já conhecida do Windows 7. Isso ajuda as pessoas que querem usar mais a área de trabalho se sentirem confortáveis e se adaptarem de forma imediata ao novo ambiente.

Provavelmente mudar os ícones deixaria a área de trabalho pouco familiar. Ela já recebeu diversas mudanças, como o Windows Explorer com Ribbon e o fim do botão Iniciar. Talvez mudar todos os ícones, por exemplo, fosse demais para o desktop?

É uma pena, e Steven Sinofsky, que comanda a divisão Windows na Microsoft, sugere que o sistema não terá mais mudanças: agora o Windows 8 está nas mãos das fabricantes. Veja mais screenshots nos links a seguir, e conte-nos: o que você achou do novo desktop? [Sergio Gonzalez via Verge Forums]