A natureza pode ser gloriosa, milagrosa e, por vezes, brutal. Nem todos nós podemos testemunhar as façanhas incríveis da natureza, no entanto. Felizmente, temos fotógrafos que nos trazem imagens fascinantes.

Os vencedores do concurso Wildlife Photographer of the Year foram anunciados nesta terça-feira (15), no Museu de História Natural de Londres. O vencedor, Yongqing Bao, de Qinghai, na China, capturou o momento em que uma marmota se assusta com uma raposa tibetana prestes a atacar. A foto (que você confere logo abaixo), apesar de engraçada, nos lembra que a vida na natureza não é um mar de rosas.



“Fotograficamente, é simplesmente o momento perfeito”, disse Roz Kidman Cox, presidente do painel de jurados, em um comunicado à imprensa que anunciava os vencedores. “A intensidade expressiva das posturas te mantém compenetrado, e o fio de energia entre as patas levantadas parece manter os protagonistas em perfeito equilíbrio”.

As fotos são um lembrete de que vale a pena lutar pelo nosso planeta numa era de crescentes preocupações de extinção e de um planeta em crise.

Reunimos as nossas fotos favoritas:

“O Momento” mostra a dança delicada entre a vida e a morte em Qinghai-Tibet, na Reserva Natural Nacional de Qilian Mountains, na China. Foto: Yongqing Bao, China (Vencedor geral de 2019, Comportamento: Mamíferos)

“A multidão” mostra mais de cinco mil pinguins-imperadores no gelo da baía de Atka,
na Antártida. Foto: Stefan Christmann, Alemanha (Vencedor de 2019 do categoria Portfólio do Wildlife Photographer of the Year)

“Madrugadora” mostra uma uma fêmea da espécie macaco-de-coração-em-sangue com um filhote de uma semana de idade pendurado em seu peito, no planalto do Parque Nacional das Montanhas Simien, na Etiópia. Foto: Riccardo Marchgiani, Itália (Vencedor de 2019 da categoria de fotógrafos entre 15-17 anos)

“Momento congelado” é uma foto deslumbrante de dois carneiros-de-Dall machos brigando em Yukon. Foto: Jérémie Villet, França (Vencedor de 2019 da categoria estrela em ascenção)

A foto “Criação” não é sobre animais; é sobre a lava vermelha do vulcão Kîlauea, do Havaí, no ano passado. Foto: Luis Vilariño Lopez, Espanha (Vencedor de 2019 na categoria Ambientes da Terra)

“A ratazana” é o pesadelo de todo mundo que moram em grandes cidades. Os nova-iorquinos conhecem essa realidade muito bem, como mostra a foto tirada em Manhattan. Foto: Charlie Hamilton James, Reino Unido (Vencedor de 2019 na categoria Vida Selvagem Urbana).

“Exposição à neve” é um retrato de um bisão-americano no Parque Nacional de Yellowstone. Foto: Max Waugh, EUA (Vencedor de 2019 na categoria Preto e Branco)

“O jardim das enguias” é uma imagem surrealista de enguias cobrindo uma encosta ao largo de Dauin, nas Filipinas. Foto: David Doubilet, EUA (Vencedor de 2019 na categoria Subáquatico)

“Outro migrante proibido” reúne a crise de migração na fronteira entre EUA e México com a crise ambiental. Foto: Alejandro Prieto, México (Vencedor de 2019 na categoria Fotojornalismo de Vida Selvagem)

“Brilho Noturno” apresenta uma lula oval ao largo da costa da Indonésia durante um mergulho noturno. Foto: Cruz Erdmann, Nova Zelândia (Vencedor 2019 na categoria de fotógrafos entre 11-14 anos).