O consumo de crack se tornou um problema alarmante: a droga tem efeito rápido, causa intensa dependência e é difícil de combater.

Para ilustrar os efeitos nocivos do uso do crack, a Talent – agência de publicidade brasileira – criou estes cartazes com imagens de pessoas, que são lentamente devoradas e destruídas por larvas de farinha.



Cada cartaz foi impresso em massa de trigo, em vez de papel, e depois colocado dentro de um painel junto às larvas. À medida que elas o consomem, acabam revelando certas consequências do crack. O resultado é extremamente inquietante, especialmente quando parte do rosto é devorada: parecem cicatrizes e danos físicos reais na pessoa.

Os anúncios foram exibidos por vinte dias, entre fevereiro e março, dentro da Galeria do Rock no centro de São Paulo. Ela fica próxima à Cracolândia, área que concentra usuários da droga.

Há cerca de um ano, as ações contra o crack no centro de São Paulo foram intensificadas. Depois que uma operação da polícia dispersou a Cracolândia por vários bairros, adotou-se a internação compulsória dos viciados. Agora, o governador de São Paulo vai oferecer um cartão de R$ 1.350 que paga clínicas de tratamento para cada usuário se recuperar. (O dinheiro será repassado diretamente às entidades.)

O vídeo foi produzido pela Malabar Filmes, como parte da ação publicitária para a ONG Parceria Contra Drogas. [YouTube via Meio e Mensagem via Talent]