Os cientistas da NASA criaram uma visualização 3D em alta resolução mostrando os complexos refluxos e correntes do dióxido de carbono na atmosfera da Terra durante um ano inteiro. É uma perspectiva única que certamente pode mudar a maneira com a qual você pensa sobre esse problemático gás de efeito estufa.

• Cientistas descobriram uma grande fonte de emissão de carbono
• Vegetação tem segurado o aumento de CO2 na atmosfera nos últimos anos

vimos visualizações 2D como essa antes. Mas o novo vídeo, com o olhar em três dimensões, é revelador. Ao assisti-lo, conseguimos observar o crescimento contínuo do CO2 no hemisfério norte e como o gás é influenciado pelos continentes, cordilheiras, correntes marítimas e padrões climáticos – e até mesmo pelas regiões muito fotossintéticas, como o cinturão do milho nos EUA.

emissoes-carbono

As diferenças latitudinais no acúmulo de CO2 é bem evidente nesse vídeo, resultado do consumo elevado de combustível fóssil no hemisfério norte e o resultado das atividades fotossintéticas das plantas, entre outros fatores.

Cerca de metade das emissões de carbono causadas pela humanidade ficam presas na terra e no oceano, enquanto a outra metade permanece na atmosfera onde contribui com o efeito estufa. Visualizações como essa estão ajudando cientistas a ter um conhecimento melhor sobre os ecossistemas – especialmente os que estão na terra – que estão absorvendo CO2.

Além disso, os especialistas esperam saber se a terra e o oceano irão manter a alta taxa de absorção de CO2 ou se no futuro irão atingir um ponto de saturação. O que, em uma palavra, será terrível.

[NASA]