Lembra daquele vídeo viral do ex-engenheiro da NASA que se cansou de ter suas encomendas roubadas? E que então construiu uma bomba de glitter de alta tecnologia impressionante para pegar os ladrões e até emprestou a invenção para os amigos fazerem o mesmo? Então, acontece que parte do vídeo foi falsificada pelos amigos do criador, Mark Rober, que se desculpou pela enganação.

Rober excluiu, nesta quinta-feira (20), cerca de um minuto e meio de seu vídeo original no YouTube, publicando-o novamente — algo que o site permite fazer sem ter que sacrificar o número de visualizações. Segundo Rober, uma das pessoas para quem ele deu a bomba de glitter pediu para que amigos ou vizinhos fingissem ser ladrões na frente das câmeras.

“Parece que, nestes dois casos, os ‘ladrões’ eram na verdade conhecidos da pessoa que estava me ajudando,” tuitou Rober. “Pelas imagens que recebi dos smartphones que só gravam em momentos específicos, isso não ficou claro para mim. Desde então, removi essas reações do vídeo original (originalmente 6:26-7:59).”

O Gizmodo recebeu uma dica por e-mail de que parte da história não batia. Então, demos uma olhada em uma galeria confusa (mas convincente) do Imgur dissecando as partes mais suspeitas. Porém, mesmo antes de essa dica chegar, tentamos falar com Rober, que não respondeu ao nosso pedido de entrevista. E a NordVPN, que patrocinou o vídeo original, parou de responder depois que enviamos perguntas a um porta-voz questionando se partes do vídeo foram encenadas.

Você pode assistir à parte excluída do vídeo original de Rober abaixo:

Mesmo com a parte encenada, a invenção ainda é impressionante. E se você for acreditar no Rober, maior parte do vídeo segue sendo legítima. Mas o criador entende por que as pessoas talvez não confiem mais nele.

“Sinto muito mesmo por isso”, tuitou Rober. “No final das contas, sou responsável pelo conteúdo que vai no meu canal e devia ter feito mais aqui. Posso garantir que as reações foram genuínas quando o pacote foi retirado da minha casa. Dito isso, sei que minha credibilidade está um pouco abalada, mas incentivo vocês a olharem para os tipos de vídeos que tenho feito nos últimos sete anos.”

“Estou especialmente destruído porque tanto pensamento, tempo, dinheiro e esforço foram colocados na construção do dispositivo, e espero que isso não manche todo o esforço como ‘falso’.” Rober prosseguiu: “Ele funciona de verdade (como todas as outras coisas que construí no meu canal), e nós tornamos públicos todo o código e a build. Novamente, sinto muito por colocar algo no meu canal que era enganoso”.

Claro, essa não é a questão mais importante da semana, em meio a tanta coisa como mais uma polêmica em torno do Facebook e o fechamento do segundo aeroporto mais movimentado do Reino Unido por causa de drones. Ainda assim, é importante corrigir o registro feito, especialmente de um vídeo que ajudamos a espalhar (mas ainda achamos que a tecnologia é legal!). Mesmo que seja só uma bomba de glitter.

[Buzzfeed]