A Royal Caribbean anunciou este ano que, em seus cruzeiros, os quartos sem janela ganhariam varandas virtuais. São telas gigantes que exibem, em tempo real, a vista para o mar. Mas como isso funciona? O vídeo abaixo explica.

O novo Quantum of the Seas possui janelas virtuais em suas 373 cabines internas, que não oferecem vista para o mar. (As cabines externas/com varanda/deluxe não terão isso.)

Cada janela virtual é surpreendentemente simples: são telas 4K de 80 polegadas aparafusadas à parede. Elas transmitem imagens ao vivo de câmeras de alta velocidade posicionadas ao redor do navio.

Ou seja, não é uma simulação, nem um vídeo pronto: você realmente consegue ter a vista do oceano. E se quiser, pode desligar a tela. Claro, a brisa do mar e outros “recursos” ficam restritos a quem pagar pelas cabines mais caras.

Este vídeo da Royal Caribbean mostra como funcionam as câmeras, assim como as telas 4K:

O Quantum of the Seas é basicamente um enorme gadget flutuante. Além das janelas virtuais, o navio também conta com um robô que prepara drinks, internet via satélite de alta velocidade, jogos multiplayer via Xbox Live e mais.

As janelas virtuais também estão presentes em 81 cabines internas do Navigator of the Seas, e serão oferecidas nos navios Voyager, Adventure e Explorer of the Seas à medida que eles passam por renovações. [Royal Caribbean]