Ainda tem gente achando que design é só firula, algo secundário e supérfluo. Para eles, uma boa dose de Dieter Rams deve convencê-los do contrário: para Rams, um dos designers industriais mais respeitados do mundo, o bom design torna o produto útil, e não se intromete entre o produto e o usuário. Ele criava o design de produtos com o lema “menos, porém melhor”, e hoje seu trabalho está exposto em museus do mundo inteiro – inclusive nesta exposição, Less and More.

Esta exposição começou no Japão em 2008, mas já viajou para Inglaterra e Alemanha e chegou a seu sexto lar, nos EUA, no final deste ano. Na exposição, vemos TVs, rádios, alto-falantes e toca-discos com design tão atemporal que, em alguns casos, poderiam ter sido lançados hoje. E para Rams, que cunhou os dez princípios do bom design, isto é fundamental: o bom design é duradouro. Mas não só: o bom design é inovador, torna o produto útil e não obstrui o usuário. Não é firula, e nem secundário.

Já falamos sobre os dez princípios do design quando analisamos o design industrial do iPad. Como diz Rams no documentário Objectified, a Apple é uma das poucas empresas a criar produtos baseados em seus princípios. E como seguem: você pode ver aqui como o design da Apple é parecido com os produtos da Braun, onde Rams trabalhava. Jonathan Ive, chefe de design na Apple, foi bastante influenciado por Rams.

A exposição Less is More permanece no San Francisco Museum of Modern Art até fevereiro de 2012. [Domus via BoingBoing]