O mercado de comércio eletrônico não é a única frente em que a Walmart quer passar a concorrer com a Amazon. Segundo o The Information, a multinacional estaria considerando lançar sua própria plataforma de streaming de vídeo, fazendo frente também ao Netflix, é claro. E o diferencial que a companhia quer trazer é o preço.

• Walmart e Microsoft se juntam para derrubar a Amazon

De acordo com a reportagem, a mensalidade nos Estados Unidos seria de US$ 8, mesmo valor próximo do Amazon Prime Video e valor mais barato dos oferecidos pelo Netflix (que chega a cobrar US$ 14). O The Information diz que o raciocínio do Walmart seria que Netflix e Amazon são mais populares nas costas leste e oeste dos EUA, e que consumidores entre as duas costas se atrairiam mais por uma opção mais barata.

O Ars Technica afirma que o plano estaria ainda em seu estágio inicial e que não há garantia de que a empresa prossiga com ele. A publicação aponta ainda a possibilidade de o Walmart considerar uma opção sem custos, mas subsidiada por anúncios, o que seria parecido com o que outra plataforma, o Roku, oferece nos EUA.

Evidentemente, não há informações sobre o tipo de conteúdo que a plataforma do Walmart ofereceria — ou se a empresa seguiria a tendência das potenciais futuras concorrentes e apostaria em programação original. De qualquer forma, alguma experiência com streaming de vídeos o Walmart tem: a companhia é dona do Vudu, serviço para compra e aluguel de filmes que conta, inclusive, com seu próprio serviço subsidiado por anúncios, o Movies on Us.

Esse rumor de uma possível criação de uma plataforma de streaming por parte do Walmart vem logo após a divulgação de que a Netflix teve um crescimento de assinantes menor do que o esperado. Seria essa notícia um incentivo para a empreitada da companhia?

[The Information via Ars Technica]

Imagem do topo: Mike Mozart/Flickr