A plataforma de reunião online Zoom está adicionando um novo recurso que pode dificultar a vida de usuários que têm o costume entrar atrasados em uma reunião sem que o chefe perceba.

A nova ferramenta “Status de Participação”, identificada pela primeira vez pelo TechRadar, permite que os hosts e co-hosts do Zoom usem a integração de calendário do Google e da Microsoft para ver facilmente se os participantes convidados entraram ou não na reunião a tempo.

Como ficam sabendo

Segundo a página de suporte do Zoom, os participantes da reunião que foram convidados, mas não ingressaram, serão colocados em uma seção de “Não ingressou”. O anfitrião e os co-anfitriões da reunião também poderão ver se essas pessoas responderam se iam ou não para a reunião nas seleções “Aceito”, “Recusado”, “Talvez” ou “Não” em sua resposta de calendário.

Se um usuário logar por engano em uma reunião do Zoom com uma conta diferente daquela que ele originalmente usou para aceitar o convite, o Zoom diz que eles não aparecerão como “Não ingressado” ou “Inscrito”, mas a empresa não especificou qual será o status nesses casos.

Para visualizar o status de um participante, o Zoom disse que os hosts precisarão ter integração de calendário com o Google Calendar ou calendário do Outlook habilitado e configurado.O status de atendimento está atualmente em beta.

Também serve para aulas

Além de sua aplicação óbvia para chamar funcionários atrasados, a nova ferramenta de monitoramento de reuniões também pode ser usada por professores que usam a plataforma para ministrar aulas remotas. Com alguns grandes professores reunindo facilmente mais de cem alunos, o recurso de presença pode tornar muito mais fácil para os administradores confirmarem se seus alunos realmente compareceram ou não.

Assine a newsletter do Gizmodo

Apesar de sua suposta utilidade, o recurso pode prejudicar alguns alunos, especialmente considerando como eles foram submetidos a níveis históricos de vigilância e monitoramento remoto durante a pandemia.