Near-Field Communication é uma tecnologia antiga para pagar coisas sem dificuldade usando o celular — por enquanto, apenas na Europa e na Ásia. Agora, ela pode finalmente decolar longe dali. Primeiro, o Google e agora, de acordo com o Bloomberg, a Apple está criando um sistema de pagamento via NFC para iPhone e iPad.

Richard Doherty, diretor da empresa de consultoria Envisioneering Group, diz que a Apple está planejando deixar que você use iPhones e iPads para comprar produtos usando o NFC, que ele diz que será incorporado ao próximo iPhone e iPad. Sua informação vem de “engenheiros que estão trabalhando em hardware para o projeto da Apple.” Aparentemente, a Apple já fez um protótipo, “um terminal de pagamento para que pequenas empresas, como cabeleireiros e lojas de bairro, pudessem usar para escanear iPhones e iPads que tivessem a função NFC”, que seriam “bastante subsidiados” ou dados aos varejistas. (Nos Estados Unidos,  fornecer as máquinas seria menos pesado ao bolso dos varejistas por conta do novo sistema para as taxas de cartão de débito determinado pela emenda de Durbin – que diminui as taxas que as pequenas empresas pagam em cada venda com cartão de crédito ou débito.)

Eu estava um pouco cético em relação ao esforço do Google para colocar o NFC no Nexus S e duvidava de seu sucesso em grande escala, levando em conta que eles colocaram a tecnologia em apenas um celular – especialmente porque nenhum dos Androids mais poderosos que apareceram na CES parece ter este sistema – mas aparentemente o Google está fazendo um investimento muito grande no sistema de pagamento por NFC. Se a Apple investir em NFC tanto quanto, ou até mais do que o Google – particularmente dadas às suas habilidades mágicas de conseguir que parceiros como Starbucks aceitem novos sistemas – o NFC pode ter uma chance de verdade.

É fácil concluir que pagamentos através de dispositivos móveis são a nova modinha, substituindo a geolocalização. (Veja por exemplo, todo o hype envolvendo o Square, o novo projeto de pagamento através de celular de Jack Dorsey, co-fundador do Twitter. Ou o PayPal rapidamente querendo ir para esse lado também. Ou o novo app de pagamento da Starbucks para iPhone. Ficamos imaginando o que os investimentos da Apple e do Google a respeito de pagamentos em celulares significariam para todas estas empresas.)

Levando em conta que a Apple já age meio como um revendedor, lidando com pagamentos por coisas como música e software no iTunes e App Store, por que não lucrar com os pagamentos no mundo real também? Imagine usar sua conta do iTunes para pagar por basicamente qualquer coisa. Eu só vou acreditar que tudo isto é real quando estiver acontecendo, mas as possibilidades de se tornar realidade são bem grandes. [Bloomberg]