Lembra do X-37B, aquele avião espacial todo super secreto, não tripulado e que foi enviado em uma missão cujos objetivos ninguém foi informado? Más notícias, amantes de teorias conspiratórias: ele é provavelmente desprovido de armas. O estranho é que quem descobriu isso foi um astrônomo amador.

Ele está mais ou menos em algum lugar entre as latitudes 40 graus norte e 40 sul, numa altitude de cerca de 410km, circulando o planeta com uma órbita de 90 minutos, diz Ted Molczan, um observador celeste amador de Toronto, em uma entrevista com o New York Times.

E que países ficam nesta faixa, você pergunta? Ora, se não são os pestinhas Iraque, Irã, Afeganistão, Paquistão e mesmo a Coreia do Norte! Mas não há bombas no X-37B, nem nada parecido.

Veja bem que, apesar de certamente ser uma aeronave militar, este comportamento indica um veículo puramente de reconhecimento. A cada quatro dias, por exemplo, a X-37B passa sobre a mesma região do planeta, algo que os satélites de reconhecimento por imagem dos EUA são conhecidos por fazer. O exército também já negou categoricamente que o projeto carregue armamentos, então tem isso também, se você for do tipo que confia plenamente na palavra do exército.

Ainda assim, poderia ser só fingimento, certo? O fictício raio da morte que eu acabei de inventar poderia ser instalado depois, durante os nove meses (segundo velhos rumores) que a nave ficará em órbita, graças a painéis solares. Nós ficaremos de olho! [New York Times]