Algumas semanas atrás, uma startup australiana se ofereceu para me enviar uma camiseta. Eu não sou lá muito ligado em camisetas, mas essa era especial. Feita de 100% algodão e “nanotecnologia hidrofóbica patenteada” que a tornava super resistente à manchas. Decidi testar essa resistência e alguns dias depois a camiseta da Threadsmiths chegou.

Naturalmente, jogar água na minha nova camiseta hidrofóbica foi a primeira coisa a primeira coisa que eu fiz. A água escorreu dela deixando-a intacta e, caramba, eu fiquei realmente impressionado. Chamei o amigo que mora comigo para ver como a água escorre da camiseta da mesma forma que a chuva escorre do vidro de um carro. E, mesmo depois de toda essa água, nossos dedos não se molhavam ao tocá-la. Depois de muitos “uaaau” e “nossa” enquanto testávamos outros líquidos nesse algodão do futuro, chegamos a conclusão que, por U$55, a camiseta funcionava exatamente como a propaganda dizia.

>>> Por que roupas de tecido sintético cheiram tão mal quando estão suadas

>>> Como os antitranspirantes funcionam e que males eles podem causar

Isso é o que acontece quando a camiseta ainda está novinha em folha — mas e depois que ela é lavada? A Threadsmiths me disse que a camiseta hidrofóbica aguentaria “até 50 lavagens se tratada com cuidado”. Bom, parecia um monte de lavagens, então eu decidi testar a camiseta de novo depois de lavá-la cinco vezes. E é aí que as coisas complicam.

Na vida real, a camiseta hidrofóbica da Threadsmiths perde as propriedades hidrofóbicas bem rápido (além de diminuir um número inteiro depois da primeira lavagem). O teste era simples: derramamos um monte de nojeiras — cerveja, molho de soja, vinho tinto e molho — na camiseta lavada. E depois jogamos as mesmas coisas em um camiseta nova. A lavada e a nova absorveram parte dos líquidos, mas a nova em quantidade bem menor. Nenhuma das duas, no entanto, lidou muito bem com o molho. E, rapaz, como fede quando você mistura esses quatro líquidos dentro de um quarto pequeno e sem ventilação.

Não estou dizendo que é uma camiseta ruim, pelo contrário. O tecido é macio e firme. O caimento é bom. As qualidades hidrofóbicas nem são tão ruins assim, porque, mesmo depois da lavagem, a camiseta definitivamente resistiu a manchas melhor que camisetas normais de algodão. Entretanto, ela está longe de ser um milagre.

A camiseta pode até ficar molhada, por exemplo. Pense nela como resistente à água, e não à prova d’água. Se você for correr na chuva com ela, a água será repelida no começo, mas ela acabará se encharcando com o tempo. De forma similar, se você ficar dentro de uma sala sem janela e derramar um monte de líquidos fedorentos nela, ela vai ficar molhada e menos hidrofóbica. Eu aprendi a minha lição da maneira mais difícil.

Inevitavelmente, cuidar bem da camiseta hidrofóbica não é tão diferente de cuidar de uma camiseta normal. Se você derramar algo — especialmente molho — a melhor coisa a se fazer é jogar água sobre a mancha. Esfregá-la só vai fazer com que a sujeira se aprofunde ainda mais no tecido e cause uma mancha. Mesmo mostrando algumas manchas após algo ter sido derramado sobre ela, a camiseta hidrofóbica sempre voltou limpa da lavanderia. Então, poderíamos certamente dizer que ela é, sim, resistente à manchas.

Se a camiseta da Threadsmiths é especial? Sim, por que não? Se coisas especiais também se desgastam? Pode apostar que sim. Se você deveria comprar uma? Aí vai depender de quanto você costuma gastar com camisetas, eu acho.

Video e GIF por Michael Hession