Este último fim de semana marcou o quinto aniversario do último vôo comercial do Concorde. Capaz de voar a uma velocidade de cruzeiro de Mach 2,02 graças às suas quatro turbinas turbojato Olympus 593 Mk 610, o Concorde ia de Londres a Nova York em apenas 3,5 horas. Mesmo hoje, este jato supersônico continua sendo um dos mais avançados tecnologicamente e provavelmente o mais bonito – com esta estética futurística dos anos 70 que faria Jonathan Ive desmaiar – avião comercial já criado (e, como você pode assistir no vídeo, provavelmente a viagem aérea mais animal que você poderia fazer). O Concorde mais rápido de todo voltou ao museu Intrepid em Nova York há alguns dias, onde ele “voou” pela última vez graças a um guindaste de 500 toneladas:

Cappuccinos a bordo? Mas que triste, triste destino para uma majestosa máquina de voar:

O Concorde viajando para o Intrepid em 2003, após o seu último vôo.

[Wikipedia]