Hoje o Google usa como Doodle uma imagem em sépia de um trem, cujo design foi feito em meados do século passado pelo designer industrial Raymond Loewy – seu aniversário de 120 anos teria sido hoje. Mesmo que você não conheça Loewy, posso quase garantir que você conhece seu trabalho, que vai desde a garrafa de Coca-Cola até uma estação espacial.

Loewy começou a trabalhar numa época em que o termo “designer industrial” nem havia entrado no vocabulário. Mas décadas depois, esta era uma profissão completa, com sua própria organização trabalhista e currículo de faculdade. O designer apareceu na capa da revista TIME e trabalhou para pessoas famosas, como o magnata Howard Hughes e o presidente americano John F. Kennedy.


loewy (4)

1939: locomotiva PRR S1. “Em algum lugar entre Nova York e Filadélfia, eu não sei onde, eu vi o motor chegando em alta velocidade, agitando o solo”, Loewy mais tarde se lembrou. “Foi uma emoção inesquecível. Há momentos incríveis na vida de um homem.”


Loewy nasceu em Paris, trabalhou em Nova York e foi extremamente prolífico, para dizer o mínimo. Mesmo que você isole seus projetos em categorias – meios de transporte, por exemplo – ainda há uma grande variedade de designs que ele criou. Loewy se envolveu no design de trens, automóveis e aviões, como também no design gráfico e de produtos, e até mesmo na engenharia aeroespacial.

Ele era um designer brilhante, mas também estava no lugar certo e na hora certa. Sua carreira estava intimamente ligada ao boom econômico do pós-guerra: ele começou projetando vitrines para uma loja de departamento, avançou para interiores de aeronave no início da aviação comercial, e projetou automóveis nos anos 1940 e 50, justo quando eles se tornavam mais populares.

O presidente da Lever Brothers (precursora da Unilever) uma vez descreveu Loewy assim: “ele mantém um olho na imaginação, e outro na caixa registradora”.


loewy (7)

1955: a garrafa da Coca-Cola. “Sua forma é agressivamente feminina, uma qualidade que na mercadoria, assim como na vida, às vezes transcende o funcionalismo”, disse Loewy.


Mas o que é realmente interessante – e admirável – não é a fama de Loewy, nem a influência de seu trabalho. É que ele adorava tentar de tudo: ele via o mundo moderno como um conjunto mágico e interconectado de fenômenos, e cada um precisava de uma cuidadosa engenharia.

Loewy não se concentrava apenas em uma marca ou dispositivo específico, e não tinha um estilo “da casa”, como muitos designers fazem hoje. “Há uma corrida frenética para vender ouropel e lixo sob o pretexto de ‘modernismo’ “, disse ele uma vez. “Eu posso afirmar que deixei a vida diária do século XX mais bonita.”

Os historiadores costumam descrever Loewy como o designer do mundo moderno. De fato, ele foi o responsável por um perfurador de cartões da IBM, máquinas de costura e habitats da NASA. Ele fez de tudo! Conheça os trabalhos de Loewy:

1937: locomotiva PRR T1, movida a diesel. Recomendava-se operá-la a 160 km/h, porém ela atingia velocidades de até 225 km/h. Imagem via Library of Congress.

loewy (2)

1949: um perfurador de cartão da IBM. Ela servia para inserir informações em cartões perfurados, que guardavam dados. Eles permaneceram em voga até a década de 1970, quando o computador os tornou obsoletos.

loewy (5)

1951: embalagem do cigarro Lucky Strike. Imagem por Matchblog.

loewy (3)

1951: design e logotipo do ônibus Greyhound. Imagem por Go Greyhound.

loewy (6)

1961: estudos preliminares para o carro Studebaker Avanti, um coupé de luxo. “Nós sabemos que a lógica por si só não vende automóveis, por isso seu apelo imediato é emocional”, Loewy disse sobre o design do carro. “[Ele evoca] pura elegância e finesse de design, o desejo de sentir suas curvas esbeltas, de amar esse carro, de ser conhecido como seu dono.”

loewy (8)

1962: pintura externa do Air Force One, avião presidencial dos EUA. Imagem por U.S. Air Force.

loewy (10)

1964: selo postal do presidente americano John F. Kennedy. “Para o nosso encontro, eu levei folhas de papel colorido, tesouras, lâminas de barbear e cimento de borracha”, Loewy diz sobre seu trabalho com JFK. “Como a mesa dele no Salão Oval era relativamente pequena, nós nos sentamos no chão, cortando formas de papel colorido e trabalhando em várias ideias.”

loewy (11)

1965: armários DF-2000. Imagem por Dwell.

loewy (12)

1966: logotipo da Exxon, que opera os postos de gasolina Esso.

loewy (13)

1968: máquina de costura Elna Lotus, agora na coleção do Museu de Arte Moderna de Nova York.

loewy (14)

1971: logotipo da Shell.

loewy (16)

1970: habitat Skylab da NASA, que orbitou a Terra entre 1973 e 1979. A estação espacial pesava 77 toneladas e contava com locais de trabalho e áreas para experimentos. Ela recebeu três missões tripuladas, cada uma com três astronautas. O Skylab foi o precursor da Estação Espacial Internacional (ISS).

loewy (17)

Skylab_illustration


Imagem inicial por TIME Magazine.