Faz algumas semanas que o CyanogenMod Installer surgiu na Google Play Store para facilitar a vida de quem quer instalar uma ROM customizada do Android no smartphone. A diversão durou pouco – o app foi removido por “violar termos de desenvolvedores”.

O motivo não é nenhum risco que o app oferece para os usuários, nem por estar cheio de malwares. Na verdade, o Google reconhece que ele é seguro, segundo um post no blog do CyanogenMod:

“Após entrarmos em contato com a equipe da Play Store, o retorno deles foi de que o aplicativo em si é inofensivo, mas como ‘encoraja usuários a violarem a garantia’, ele não está permitido a permanecer na loja.”

Então, basicamente, é uma questão envolvendo muito mais fabricantes do que os dispositivos em si. Desbloquear bootloader e instalar ROMs customizadas fazem com que os usuários percam a garantia dos dispositivos – o Google não permite apps que facilitem isso na sua loja oficial. Como a única função do CyanogenMod Installer era instalar a ROM customizada, bem… Não deu.

Ainda é possível instalar o CyanogenMod Installer por meios alternativos – baixando o APK no site do CyanogenMod e permitindo a instalação de apps de “fontes desconhecidas” no seu Android. A equipe do CM ainda quer disponibilizar o instalador por meios oficiais – agora eles estão tentando incluí-lo nas lojas de apps da Samsung e da Amazon.

Para quem quer ser o terceiro maior sistema móvel do mundo, a disponibilidade em meios simples é fundamental – o CyanogenMod não vai desistir tão cedo disso. [CyanogenMod via Droid Life]